Justiça determina transferência de condenadas no mensalão da Papuda para prisão feminina

Justiça determina transferência de condenadas no mensalão da Papuda para prisão feminina

 

Da Agência Brasil, em Brasília

28/11/201322h07

  •  
Comunicar erroImprimir

 
  • Alan Marques/ Folhapress

    Simone Vasconcelos e Kátia Rabelo (de chapéu claro) tomam banho de sol no Complexo da Papuda

    Simone Vasconcelos e Kátia Rabelo (de chapéu claro) tomam banho de sol no Complexo da Papuda

A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal determinou nesta quinta-feira (28) a transferência de Simone Vasconcelos e Kátia Rabello, condenadas na Ação Penal 470, o processo do mensalão, para a Penitenciária Feminina da Colmeia, no Distrito Federal. Os juízes da vara afirmaram que elas devem ficar “em local adequado aos seus atuais regimes de cumprimento de pena”.

Simone e Kátia estavam presas no 19º Batalhão da Polícia Militar, dentro do Complexo Penitenciário da Papuda, por determinação do juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos.

As duas condenadas pediram ao STF (Supremo Tribunal Federal) transferência  para Belo Horizonte, onde apresentaram-se à Polícia Federal antes de vir para Brasília, mas o pedido ainda não foi analisado pelo presidente da Corte, Joaquim Barbosa.

Simone, ex-funcionária do publicitário Marcos Valério, foi condenada a dez anos e dez meses de prisão, e Kátia, ex-presidenta do Banco Rural, a 14 anos e cinco meses de prisão, em regime fechado.

Também hoje, a Vara de Execuções Penais determinou que seja dado tratamento igualitário a todos os presos da Papuda, no DF. A decisão foi tomada após inspeção feita pelos juízes no presídio onde estão presos os condenados do mensalão. Aos juízes, detentos e servidores do presídio afirmaram que os condenados estão recebendo tratamento diferenciado principalmente em relação a visitas e alimentação.

Uma inspeção foi conduzida pelos juízes da Vara, na Papuda, nos dias 25 e 26 de novembro, e constatou um “clima de instabilidade e insatisfação”. As conclusões foram obtidas por meio de entrevistas informais com servidores e detentos da penitenciária.

Anúncios

Luana Ribeiro defende valor maior para sublimite do Simples Nacional

Luana Ribeiro defende valor maior para sublimite do Simples Nacional

 

Preocupada com a alta dos impostos e as perdas das empresas com o sublimite do Simples Nacional, a deputada estadual Luana Ribeiro (PR) defendeu um limite maior para o Tocantins. “Imposto vem em cascata. Começa alto para as indústrias e continua alto para o comércio até chegar ao consumidor”, explica.

 

Em discurso na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, 27, Luana Ribeiro solicitou ao governo do Estado a ampliação da margem hoje aplicada no Tocantins que é de R$ 1,8 milhão. “A tabela anterior do Comitê Gestor do Simples Nacional nos revela que há possibilidade do Tocantins ampliar a margem do sublimite, fazendo com que empresários e outros setores não sejam prejudicados”, justifica.

 

De acordo com a deputada, o Tocantins adotou junto ao Comitê Gestor do Simples Nacional uma faixa de receita bruta anual que está entre as mais baixas adotadas no país. “Hoje o piso é R$ 1.260.000,00 e o teto é de R$ 3.600.00,00 poderíamos adotar um valor intermediário de R$ 2.520.000,00”, sugere.

 

Para convencer os parlamentares da proposta, Luana mostrou uma tabela dos estados. “Mato Grosso, por exemplo, adotou o valor de R$ 2,502 milhão. Já Goiás e Distrito Federal utilizam o teto”, disse. Segundo Luana, o setor de restaurantes é o mais prejudicado com o regime de substituição tributária. “Essas empresas sofrem com aumento dos produtos e perdem benefícios fiscais importantes, o que pode levar à quebra e demissão de funcionários”.

 

Entenda

Quem determina os sublimites de receita bruta para recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS)  das empresas optantes pelo Simples Nacional, adotados pelos 26 estados e o Distrito Federal, é o Comitê Gestor do Simples Nacional. Os tetos definidos pelos estados são aplicáveis também ao Imposto Sobre Serviços (ISS) cobrado por seus municípios. Ou seja, são esses dados que norteiam boa parte dos impostos.

 

Hoje 94% das empresas tocantinenses utilizam o Simples Nacional. “Com o aumento do limite evitaremos que muitas empresas sejam fechadas. Precisamos  rever os cálculos e fazer uma desoneração fiscal”, finaliza a deputada.

 

TIGRE ATACA TRATADOR EM ZOOLÓGICO

Imagens do dia – 28 de novembro de 2013

Imagem 19/67: Em montagem feita com fotos da terça-feira (26) divulgadas hoje, um tigre de Sumatra se aproxima de um cuidador de animais de zoológico de Sunshine Coast, na Austrália, e o ataca (dir.). O funcionário sofreu ferimentos na cabeça e ombros e foi socorrido por colegas. Ele foi levado de helicóptero para um hospital e se recupera das lesões MAIS Johanna Schehl/AP

 

Papa nomeia secretário pessoal para supervisionar banco do Vaticano-PAPA REPETE HISTÓRIA DE JOÃO PAULO I E TENTA VARRER A SUJEIRA DO PODRE E ADÚLTERO VATICANO!

Papa nomeia secretário pessoal para supervisionar banco do Vaticano

ReutersGavin Jones
Em Roma

28/11/201313h32

 
Comunicar erroImprimir

 

O papa Francisco nomeou nesta quinta-feira (28) seu secretário pessoal para supervisionar as atividades do banco do Vaticano, em um sinal de que o pontífice quer manter um firme controle das ações para limpar as operações e a imagem da instituição.

Alfred Xuereb, um prelado de Malta, de 55 anos, será responsável pelo acompanhamento de duas comissões criadas pelo papa para supervisionar o banco, as finanças e a estrutura econômica da Santa Sé, disse o Vaticano em comunicado.

Desde sua posse, em março, Francisco tomou providências para enfrentar anos de escândalos financeiros envolvendo o banco do Vaticano, formalmente conhecido como Instituto para as Obras de Religião, que está sob investigação por suspeita de lavagem de dinheiro.

Xuereb manterá o papa informado sobre o trabalho das comissões e qualquer medida que for necessária tomar, de acordo com o Vaticano.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse a repórteres que Xuereb já estava desempenhando esse papel extra-oficialmente havia algum tempo, mas agora terá condições de agir de modo mais efetivo.

O Vaticano assinou um acordo com a Itália para a troca de informações financeiras e serviços bancários, e o banco da Igreja abriu um site e começou a publicar relatórios anuais, em um esforço para aumentar a transparência.

Pontificado de Francisco

Pontificado de Francisco

FLAMENGO É CAMPEÃO! VENCE ATLÉTICO DO PARANÁ POR DOIS A ZERO!

 

Final

2×0
 Atlético-PR
  • A transmissão do tricampeonato do Flamengo na Copa do Brasil termina aqui. Muito obrigado por acompanhar. Boa noite. Até a próxima.

  • O Flamengo é o terceiro time brasileiro garantido na Libertadores 2014. O Cruzeiro e o Atlético-MG já estavam na competição continental.

  • O Flamengo chega ao tricampeonato da Copa do Brasil. O time também venceu a competição em 1990 e 2006.

  • ANÁLISE – O Flamengo conseguiu marcar os gols quando o Atlético-PR saiu para o jogo e deu espaços no campo de defesa. O time do Paraná pouco atacou, mesmo quando tinha três atacantes na etapa final. O Flamengo mereceu o título da Copa do Brasil. Soube matar o jogo quando teve as oportunidades.

  • FELIPE, goleiro do Flamengo – A gente precisava dessa vitória.Precisávamos dessa vitória.

  •  

  • HERNANE, atacante do Flamengo – Fico muito contente em estar no lugar certo e na hora certa. Felis de marcar o gol do título.

  • PÓS-JOGO

  • 50’

    Fim de jogo! O Flamengo é tricampeão da Copa do Brasil!!

  • 49’
     

    GOOOOOOOOOLLLLLLLLLL!!!!

    É DO FLAMENGO Hernane marca o gol do título!! Luiz Antônio avança pela direita e cruza rasteiro. O atacante domina e bate de voleio. É o 17.º gol de Hernane em 17 jogos no Maracanã.

  • 47’

    Após cruzamento de Pedro Botelho na área, González afasta de cabeça.

  • 45’

    O segundo tempo terá cinco minutos de acréscimo.

  • 45 ’

    Paulinho recebe pela esquerda, corta para dentro e bate colocado. A bola passa rente à trave esquerda.

  • 44’

    Manoel cabeceia na área. Felipe faz a defesa.

  • 44’
     

    No Flamengo: João Paulo entra no lugar de Elias.

  • 43’
     

    ATLÉTICO-PR Ciro também recebeu cartão vermelho.

  • 43’
     

    FLAMENGO André Santos é expulso de campo. O lateral se desentendeu com Ciro no meio-campo.

  • 42’
     

    GOOOOOOOOOLLLLLLLLLL!!!!

    É DO FLAMENGO!! Elias marca no Maracanã! Após grande defesa de Weverton em chute de Hernane, Paulinho pega a sobra, gira e toca para trás. Elias chega batendo e abre o placar.

  • 39’
     

    No Flamengo: González entra no lugar de Léo Moura.

  • 38’

    POR POUCO!! Paulinho domina na área e cruza para Hernane. O artilheiro flamenguista finaliza de voleio. Weverton faz a defesa no canto direito baixo.

  • 37’

    Após vacilo de André Santos, Dellatorre pega a sobra e coloca na área. Ciro cabeceia por cima do gol.

  • 36’

    Paulo Baier cobra nova falta. De novo na barreira.

  • Público pagante no Maracanã: 57.991 Público total: 68.857. Renda: R$ 9.733.785,00

  • 34’

    Paulinho desce pela direita e cruza rasteiro. A bola passa na boca do gol e sai pelo outro lado.

  • 34’

    QUASE!! Paulinho domina na área, faz o corte e bate forte para o gol. Manoel intercepta o chute.

  • 32’
     

    No Atlético-PR: Juninho dá lugar a Cleberson.

  • 31’
     

    FLAMENGO Samir também foi advertido.

  • 31’
     

    ATLÉTICO-PR Dellatorre recebe cartão amarelo após troca empurrões com Samir.

  • 31’

    Dellatorre recebe na área, mas acaba desarmado por Amaral.

  • 28’

    Hernane desce pela direita e cruza na área. A bola passa por toda a área. Paulinho chegou atrasado na jogada.

  • 27’
     

    No Atlético-PR: Ederson deixa o campo. Ciro está no jogo.

  • 25’

    Marcelo avança pela esquerda e cruza. A bola bate em André Santos e quase entra. no gol.

  • 24’

    Paulo Baier bate falta próxima à área e manda na barreira. Na sobra, o meia do Atlético-PR coloca na área. O árbitro marca impedimento.

  • 23’

    Após bola alçada na área, Felipe falha ao tentar agarrar a bola. Luiz Antônio pega a sobra e manda por cima do gol.

  • 22’

    Paulo Baier faz novo levantamento após cobrança de falta. A zaga do Flamengo afasta.

  • 21’

    Luiz Antônio cruza na área. Hernane, no meio da área, não consegue completar de cabeça.

  • 19’

    DEFENDEU!! Hernane bate para o gol da entrada da área. Weverton espalma para frente. No rebote, Paulinho toca de cabeça mas não consegue finalizar.

  • 18’
     

    No Flamengo: Carlos Eduardo dá lugar a Diego Silva.

  • 16’

    Ederson recebe em velocidade pela esquerda. O atacante, contudo, não consegue chegar na bola.

  • ANÁLISE – O jogo segue sem lances de perigo. O Flamengo tenta tocar a bola no ataque a fim do tempo passar. O Atlético-PR não consegue assustar. Dellatorre no lugar de Felipe é a nova arma de Vágner Mancino. Agora, o time paranaense joga com três atacantes – dois abertos (Dellatorre e Marcelo) e um centralizado (Ederson).

  • 12’

    Paulo Baier bate falta e alça na área. Samir afasta o perigo.

  • 12’
     

    No Atlético-PR: Dellatorre entra no lugar de Felipe.

  • 11’

    Léo Moura cruza na área. O passe sai muito forte. A bola sai pela linha de fundo.

  • 11’

    O Flamengo tem nova falta perto da área.

  • 9’

    Hernane recebe na velocidade pela esquerda. O atacante cruza na área e acaba travado por Manoel.

  • 9’

    Felipe recebe no meio-campo e acaba desarmado por Paulinho.

  • 7’

    Luiz Antônio cobra falta próxima à área e manda por cima do gol.

  • 5’

    Pedro Botelho avança pela esquerda, domina a bola e bate prensado. O Flamengo retoma a bola.

  • 4’

    Após cobrança de escanteio pela direita, Weverton afasta o perigo da área.

  • 2’

    IMPEDIDO! Léo Moura lança Paulinho no ataque. O atacante domina na área. O árbitro já marcava impedimento. O jogador do Flamengo tinha condição de jogo.

  • 1’

    Paulo Baier recebe pela direita e cruza na área. A bola passa perto do gol e quase engana Felipe.

  • 1’

    Começa a etapa final no Rio.

  • SEGUNDO TEMPO

  • MARCELO, atacante do Atlético-PR – O técnico pediu mais velocidade. O time do Flamengo está cozinhando. Precisamos sair com rapidez para o ataque.

  • ANÁLISE – O promeiro tempo no Maracanã foi de poucas emoções. O Flamengo até esboçou uma pressão nos primeiros cinco minutos. Lento, o time de Jayme de Almeida parou na marcação do Atlético-PR. A equipe do Paraná, por sua vez, chegou pouco, quase sempre no lançamento de Paulo Baier para Marcelo. Após os 30 minutos, o Flamengo passou a jogar com mais velocidade. A melhor chance foi na bola parada, com Luiz Antônio, que chutou no travessão.

  • Esse placar interessa ao Flamengo. O Atlético-PR precisa marcar gols no segundo tempo. Um empate por 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. O vencedor levantará a taça.

  •  

  • LUIZ ALBERTO, zagueiro do Atlético-PR – A gente está demorando muito para tocar a bola. Temos que ter mais velocidade.

  • LUIZ ANTÔNIO, volante do Flamengo – As chances estão aparecendo. Tive chances de bater no gol. Vamos marcar um golzinho para ficar tranquilo.

  • INTERVALO

  • 45’

    Fim do primeiro tempo no Maracanã.

  • 44’

    André Santos cruza na área. Weverton faz a defesa.

  • ANÁLISE – O Flamengo melhorou na partida ao sair com mais velocidade para o ataque. Elias tem mais velocidade. O caminho é pele direita, com Luiz Antônio e Léo Moura. Carlos Eduardo segue mal no jogo. O Atlético-PR não chegou apenas uma vez à área do time carioca.

  • 40’

    NA TRAVE!! Luiz Antônio cobra bem, por cima da barreira. A bola no travessão.

  • 39’

    Hernane é derrubado por Deivid na entrada da área. O Flamengo tem falta perigosa próxima à área.

  • 37’

    PERDEU!! Hernane sai em velocidade e deixa Léo Moura livre para avançar pela direita. O lateral perde o tempo da bola, chega atrasado e bate para fora. Marcelo estava na cobertura.

  • 34’

    Paulinho vira o jogo da esquerda para a direita. Luiz Antônio recebe e bate para gol de perna esquerda. A bola sai por cima do travessão.

  • 32’

    Ederson sobe e consegue finalizar de cabeça após cobrança de escanteio pela direita. A bola vai para fora.

  • Passes errados O Flamengo errou 17. O Atlético-PR, 16.

  • 30’

    André Santos faz novo lançamento para a área. Manoel afasta de cabeça.

  • 29’

    Marcelo avança pela esquerda e toca errado para Paulo Baier. Samir consegue afastar o perigo.

  • 27’

    Luiz Antônio bate o escanteio. A bola passa por fora do campo e volta. Tiro de meta para o Atlético-PR.

  • 26’

    Elias abre o jogo para Léo Moura. O lateral avança, encara a marcação e cruza rasteiro. A bola bate na zaga e sai pela linha de fundo.

  • 25’

    Pedro Botelho toca na frente para Marcelo. Léo Moura chega na marcação e faz o corte.

  • 24’

    O Flamengo troca passes no meio-campo.

  • 22’

    André Santos toca na frente, invade a área, mas perde a bola para Juninho.

  • 19’

    Paulinho chuta de longe e manda à direita do gol de Weverton.

  • ANÁLISE – O Flamengo toma a iniciativa do jogo, mas não consegue sufocar o Atlético-PR nos primeiros minutos. O time do Paraná consegue marcar com efetividade as principais armas do Flamengo: Deivid segue Carlos Eduardo. Zezinho marca Elias. O time de Paulo Baier explora a velocidade de Marcelo, na tentativa de marcar um gol fora de casa. O Flamengo precisa ser mais veloz na troca de passes para fazer com que a bola chegue em Hernane, até aqui, isolado.

  • 16’

    Zezinho recebe pelo meio, recolhe e lança Marcelo pela direita. O atacante tromba com André Santos. A bola passa e se perde pela linha de fundo.

  • 15’

    Após cobrança do tiro de canto pela direita, Luiz Alberto tira de cabeça.

  • 14’

    Carlos Eduardo bate para o gol. A bola desvia na zaga e sai pela linha de fundo.

  • 13’

    Após chutão de Luiz Antônio para o alto, Ederson toca atrás para Paulo Baier. O meia toca por cima para o próprio Ederson. Felipe faz o corte.

  • 11’

    No contra-ataque, Paulinho escapa pela esquerda e toca para Carlos Eduardo, que erra o passe. O meia tentou abrir o jogo. Hernane estava livre pelo meio.

  • 10’

    Paulo Baier cobra escanteio pela direita. Felipe sai do gol e faz a defesa.

  • 9’

    O Atlético-PR tenta chegar ao ataque, mas perde a bola no meio-campo. O Flamengo retoma a bola.

  • 8’

    André Santos alça a bola na área. Deivid se antecipa e faz o corte.

  • 6’

    DEFENDEU! Luiz Antônio bate da entrada da área. Weverton faz a defesa no canto direito baixo.

  • 3’

    Paulo Baier coloca na área. A zaga do Flamengo, com Wallace, afasta o perigo.

  • 2’

    Elias comete falta no meio-campo. O Atlético-PR tem falta para bater.

  • 1’

    Marcelo recebe em velocidade na área, mas não consegue dominar a bola, que se perde pela linda de fundo. Tiro de meta para o Flamengo.

  • 1’

    Rola a bola no Maracanã. O Atlético-PR dá a saída.

  • PRIMEIRO TEMPO

  • O Flamengo já fez 67 partidas como mandante. O time venceu 48 jogos, empatou 15 e perdeu apenas quatro vezes. O aproveitamento é de 79,1%

  • O Atlético-PR fez 92 jogos pela Copa do Brasil. Foram partidas 50 fora de casa, com 14 vitórias, 18 empates e 18 derrotas. O aproveitamento é de 40%.

  • Em 1997, o Flamengo perdeu o título para o Grêmio após um 0 a 0 fora de casa e um 2 a 2 no Maracanã. Em 2003, o Cruzeiro derrotou o time carioca. No jogo de ida, no Rio, 1 a 1. Na decisão, derrota por 3 a 1. No ano seguinte, mais um vice-campeonato, diante do Santo André. No Palestra Itália, 2 a 2. No Maracanã, 2 a 0 para a equipe paulista.

  • O bicampeonato da Copa do Brasil veio em 2006, sobre o Vasco. Os dois jogos foram disputados no Maracanã e o Flamengo venceu duas vezes (2 a 0 e 1 a 0).

  • Em 1990, o Flamengo bateu o Goiás. No primeiro jogo, em Juiz de Fora, como mandante, o time da Jair Pereira fez 1 a 0. Na volta, um empate por 0 a 0 no Serra Dourada garantiu o título.

  • O Flamengo disputa a sua sexta decisão de Copa do Brasil. A equipe carioca chegou à final em 1990, 1997, 2003, 2004 e 2006. A equipe rubro-negra sagrou-se campeã: em 1990 e em 2006.

  • O Atlético-PR disputa a final Copa do Brasil pela primeira vez. O time já disputou 15 edições da competição. Em sete oportunidades o time parou nas quartas de final: em 1992 (derrota para o Palmeiras), 1997 (Corinthians), 1999 (Botafogo), 2002 (Corinthians), 2007 (Fluminense), 2011 (Vasco) e 2012 (Palmeiras).

  • O Atlético-PR, por sua vez, passou pelo Palmeira nas oitavas, pelo Internacional nas quartas e pelo Grêmio na semifinal.

  • O Flamengo derrotou o Cruzeiro nas oitavas de final após perder por 2 a 1 no Mineirão e fazer 1 a 0 no Maracanã. Depois, o time de Jayme de Almeira eliminou o Botafogo e o Goiás.

  • Já o Atlético-PR precisa vencer fora de casa. Um empate por mais de dois gols também dá o título ao clube. O placar de 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

  • O Flamengo será tricampeão da Copa do Brasil com uma vitória simples e com um empate por 0 a 0.

  • Boa noite, internautas do Estadão. Damos início agora à transmissão da final da Copa do Brasil, que será disputada entre Flamengo e Atlético-PR, no Maracanã. Sejam bem-vindos.

  • Iniciamos a transmissão da final a Copa do Brasil às 21h30. Acompanhe todos os lances!

  •  

  • É noite de decisão na Copa do Brasil! Flamengo e Atlético-PR entram no gramado do Maracanã para a partida de volta da final do torneio nacional. Em Curitiba, no jogo de ida, os times ficaram no empate: 1 a 1. O placar garante o título para o Fla em caso de vitória simples.

FLAMENGO É CAMPEÃO! VENCE ATLÉTICO DO PARANÁ POR DOIS A ZERO!

 

Final

2×0
 Atlético-PR
  • A transmissão do tricampeonato do Flamengo na Copa do Brasil termina aqui. Muito obrigado por acompanhar. Boa noite. Até a próxima.

  • O Flamengo é o terceiro time brasileiro garantido na Libertadores 2014. O Cruzeiro e o Atlético-MG já estavam na competição continental.

  • O Flamengo chega ao tricampeonato da Copa do Brasil. O time também venceu a competição em 1990 e 2006.

  • ANÁLISE – O Flamengo conseguiu marcar os gols quando o Atlético-PR saiu para o jogo e deu espaços no campo de defesa. O time do Paraná pouco atacou, mesmo quando tinha três atacantes na etapa final. O Flamengo mereceu o título da Copa do Brasil. Soube matar o jogo quando teve as oportunidades.

  • FELIPE, goleiro do Flamengo – A gente precisava dessa vitória.Precisávamos dessa vitória.

  •  

  • HERNANE, atacante do Flamengo – Fico muito contente em estar no lugar certo e na hora certa. Felis de marcar o gol do título.

  • PÓS-JOGO

  • 50’

    Fim de jogo! O Flamengo é tricampeão da Copa do Brasil!!

  • 49’
     

    GOOOOOOOOOLLLLLLLLLL!!!!

    É DO FLAMENGO Hernane marca o gol do título!! Luiz Antônio avança pela direita e cruza rasteiro. O atacante domina e bate de voleio. É o 17.º gol de Hernane em 17 jogos no Maracanã.

  • 47’

    Após cruzamento de Pedro Botelho na área, González afasta de cabeça.

  • 45’

    O segundo tempo terá cinco minutos de acréscimo.

  • 45 ’

    Paulinho recebe pela esquerda, corta para dentro e bate colocado. A bola passa rente à trave esquerda.

  • 44’

    Manoel cabeceia na área. Felipe faz a defesa.

  • 44’
     

    No Flamengo: João Paulo entra no lugar de Elias.

  • 43’
     

    ATLÉTICO-PR Ciro também recebeu cartão vermelho.

  • 43’
     

    FLAMENGO André Santos é expulso de campo. O lateral se desentendeu com Ciro no meio-campo.

  • 42’
     

    GOOOOOOOOOLLLLLLLLLL!!!!

    É DO FLAMENGO!! Elias marca no Maracanã! Após grande defesa de Weverton em chute de Hernane, Paulinho pega a sobra, gira e toca para trás. Elias chega batendo e abre o placar.

  • 39’
     

    No Flamengo: González entra no lugar de Léo Moura.

  • 38’

    POR POUCO!! Paulinho domina na área e cruza para Hernane. O artilheiro flamenguista finaliza de voleio. Weverton faz a defesa no canto direito baixo.

  • 37’

    Após vacilo de André Santos, Dellatorre pega a sobra e coloca na área. Ciro cabeceia por cima do gol.

  • 36’

    Paulo Baier cobra nova falta. De novo na barreira.

  • Público pagante no Maracanã: 57.991 Público total: 68.857. Renda: R$ 9.733.785,00

  • 34’

    Paulinho desce pela direita e cruza rasteiro. A bola passa na boca do gol e sai pelo outro lado.

  • 34’

    QUASE!! Paulinho domina na área, faz o corte e bate forte para o gol. Manoel intercepta o chute.

  • 32’
     

    No Atlético-PR: Juninho dá lugar a Cleberson.

  • 31’
     

    FLAMENGO Samir também foi advertido.

  • 31’
     

    ATLÉTICO-PR Dellatorre recebe cartão amarelo após troca empurrões com Samir.

  • 31’

    Dellatorre recebe na área, mas acaba desarmado por Amaral.

  • 28’

    Hernane desce pela direita e cruza na área. A bola passa por toda a área. Paulinho chegou atrasado na jogada.

  • 27’
     

    No Atlético-PR: Ederson deixa o campo. Ciro está no jogo.

  • 25’

    Marcelo avança pela esquerda e cruza. A bola bate em André Santos e quase entra. no gol.

  • 24’

    Paulo Baier bate falta próxima à área e manda na barreira. Na sobra, o meia do Atlético-PR coloca na área. O árbitro marca impedimento.

  • 23’

    Após bola alçada na área, Felipe falha ao tentar agarrar a bola. Luiz Antônio pega a sobra e manda por cima do gol.

  • 22’

    Paulo Baier faz novo levantamento após cobrança de falta. A zaga do Flamengo afasta.

  • 21’

    Luiz Antônio cruza na área. Hernane, no meio da área, não consegue completar de cabeça.

  • 19’

    DEFENDEU!! Hernane bate para o gol da entrada da área. Weverton espalma para frente. No rebote, Paulinho toca de cabeça mas não consegue finalizar.

  • 18’
     

    No Flamengo: Carlos Eduardo dá lugar a Diego Silva.

  • 16’

    Ederson recebe em velocidade pela esquerda. O atacante, contudo, não consegue chegar na bola.

  • ANÁLISE – O jogo segue sem lances de perigo. O Flamengo tenta tocar a bola no ataque a fim do tempo passar. O Atlético-PR não consegue assustar. Dellatorre no lugar de Felipe é a nova arma de Vágner Mancino. Agora, o time paranaense joga com três atacantes – dois abertos (Dellatorre e Marcelo) e um centralizado (Ederson).

  • 12’

    Paulo Baier bate falta e alça na área. Samir afasta o perigo.

  • 12’
     

    No Atlético-PR: Dellatorre entra no lugar de Felipe.

  • 11’

    Léo Moura cruza na área. O passe sai muito forte. A bola sai pela linha de fundo.

  • 11’

    O Flamengo tem nova falta perto da área.

  • 9’

    Hernane recebe na velocidade pela esquerda. O atacante cruza na área e acaba travado por Manoel.

  • 9’

    Felipe recebe no meio-campo e acaba desarmado por Paulinho.

  • 7’

    Luiz Antônio cobra falta próxima à área e manda por cima do gol.

  • 5’

    Pedro Botelho avança pela esquerda, domina a bola e bate prensado. O Flamengo retoma a bola.

  • 4’

    Após cobrança de escanteio pela direita, Weverton afasta o perigo da área.

  • 2’

    IMPEDIDO! Léo Moura lança Paulinho no ataque. O atacante domina na área. O árbitro já marcava impedimento. O jogador do Flamengo tinha condição de jogo.

  • 1’

    Paulo Baier recebe pela direita e cruza na área. A bola passa perto do gol e quase engana Felipe.

  • 1’

    Começa a etapa final no Rio.

  • SEGUNDO TEMPO

  • MARCELO, atacante do Atlético-PR – O técnico pediu mais velocidade. O time do Flamengo está cozinhando. Precisamos sair com rapidez para o ataque.

  • ANÁLISE – O promeiro tempo no Maracanã foi de poucas emoções. O Flamengo até esboçou uma pressão nos primeiros cinco minutos. Lento, o time de Jayme de Almeida parou na marcação do Atlético-PR. A equipe do Paraná, por sua vez, chegou pouco, quase sempre no lançamento de Paulo Baier para Marcelo. Após os 30 minutos, o Flamengo passou a jogar com mais velocidade. A melhor chance foi na bola parada, com Luiz Antônio, que chutou no travessão.

  • Esse placar interessa ao Flamengo. O Atlético-PR precisa marcar gols no segundo tempo. Um empate por 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. O vencedor levantará a taça.

  •  

  • LUIZ ALBERTO, zagueiro do Atlético-PR – A gente está demorando muito para tocar a bola. Temos que ter mais velocidade.

  • LUIZ ANTÔNIO, volante do Flamengo – As chances estão aparecendo. Tive chances de bater no gol. Vamos marcar um golzinho para ficar tranquilo.

  • INTERVALO

  • 45’

    Fim do primeiro tempo no Maracanã.

  • 44’

    André Santos cruza na área. Weverton faz a defesa.

  • ANÁLISE – O Flamengo melhorou na partida ao sair com mais velocidade para o ataque. Elias tem mais velocidade. O caminho é pele direita, com Luiz Antônio e Léo Moura. Carlos Eduardo segue mal no jogo. O Atlético-PR não chegou apenas uma vez à área do time carioca.

  • 40’

    NA TRAVE!! Luiz Antônio cobra bem, por cima da barreira. A bola no travessão.

  • 39’

    Hernane é derrubado por Deivid na entrada da área. O Flamengo tem falta perigosa próxima à área.

  • 37’

    PERDEU!! Hernane sai em velocidade e deixa Léo Moura livre para avançar pela direita. O lateral perde o tempo da bola, chega atrasado e bate para fora. Marcelo estava na cobertura.

  • 34’

    Paulinho vira o jogo da esquerda para a direita. Luiz Antônio recebe e bate para gol de perna esquerda. A bola sai por cima do travessão.

  • 32’

    Ederson sobe e consegue finalizar de cabeça após cobrança de escanteio pela direita. A bola vai para fora.

  • Passes errados O Flamengo errou 17. O Atlético-PR, 16.

  • 30’

    André Santos faz novo lançamento para a área. Manoel afasta de cabeça.

  • 29’

    Marcelo avança pela esquerda e toca errado para Paulo Baier. Samir consegue afastar o perigo.

  • 27’

    Luiz Antônio bate o escanteio. A bola passa por fora do campo e volta. Tiro de meta para o Atlético-PR.

  • 26’

    Elias abre o jogo para Léo Moura. O lateral avança, encara a marcação e cruza rasteiro. A bola bate na zaga e sai pela linha de fundo.

  • 25’

    Pedro Botelho toca na frente para Marcelo. Léo Moura chega na marcação e faz o corte.

  • 24’

    O Flamengo troca passes no meio-campo.

  • 22’

    André Santos toca na frente, invade a área, mas perde a bola para Juninho.

  • 19’

    Paulinho chuta de longe e manda à direita do gol de Weverton.

  • ANÁLISE – O Flamengo toma a iniciativa do jogo, mas não consegue sufocar o Atlético-PR nos primeiros minutos. O time do Paraná consegue marcar com efetividade as principais armas do Flamengo: Deivid segue Carlos Eduardo. Zezinho marca Elias. O time de Paulo Baier explora a velocidade de Marcelo, na tentativa de marcar um gol fora de casa. O Flamengo precisa ser mais veloz na troca de passes para fazer com que a bola chegue em Hernane, até aqui, isolado.

  • 16’

    Zezinho recebe pelo meio, recolhe e lança Marcelo pela direita. O atacante tromba com André Santos. A bola passa e se perde pela linha de fundo.

  • 15’

    Após cobrança do tiro de canto pela direita, Luiz Alberto tira de cabeça.

  • 14’

    Carlos Eduardo bate para o gol. A bola desvia na zaga e sai pela linha de fundo.

  • 13’

    Após chutão de Luiz Antônio para o alto, Ederson toca atrás para Paulo Baier. O meia toca por cima para o próprio Ederson. Felipe faz o corte.

  • 11’

    No contra-ataque, Paulinho escapa pela esquerda e toca para Carlos Eduardo, que erra o passe. O meia tentou abrir o jogo. Hernane estava livre pelo meio.

  • 10’

    Paulo Baier cobra escanteio pela direita. Felipe sai do gol e faz a defesa.

  • 9’

    O Atlético-PR tenta chegar ao ataque, mas perde a bola no meio-campo. O Flamengo retoma a bola.

  • 8’

    André Santos alça a bola na área. Deivid se antecipa e faz o corte.

  • 6’

    DEFENDEU! Luiz Antônio bate da entrada da área. Weverton faz a defesa no canto direito baixo.

  • 3’

    Paulo Baier coloca na área. A zaga do Flamengo, com Wallace, afasta o perigo.

  • 2’

    Elias comete falta no meio-campo. O Atlético-PR tem falta para bater.

  • 1’

    Marcelo recebe em velocidade na área, mas não consegue dominar a bola, que se perde pela linda de fundo. Tiro de meta para o Flamengo.

  • 1’

    Rola a bola no Maracanã. O Atlético-PR dá a saída.

  • PRIMEIRO TEMPO

  • O Flamengo já fez 67 partidas como mandante. O time venceu 48 jogos, empatou 15 e perdeu apenas quatro vezes. O aproveitamento é de 79,1%

  • O Atlético-PR fez 92 jogos pela Copa do Brasil. Foram partidas 50 fora de casa, com 14 vitórias, 18 empates e 18 derrotas. O aproveitamento é de 40%.

  • Em 1997, o Flamengo perdeu o título para o Grêmio após um 0 a 0 fora de casa e um 2 a 2 no Maracanã. Em 2003, o Cruzeiro derrotou o time carioca. No jogo de ida, no Rio, 1 a 1. Na decisão, derrota por 3 a 1. No ano seguinte, mais um vice-campeonato, diante do Santo André. No Palestra Itália, 2 a 2. No Maracanã, 2 a 0 para a equipe paulista.

  • O bicampeonato da Copa do Brasil veio em 2006, sobre o Vasco. Os dois jogos foram disputados no Maracanã e o Flamengo venceu duas vezes (2 a 0 e 1 a 0).

  • Em 1990, o Flamengo bateu o Goiás. No primeiro jogo, em Juiz de Fora, como mandante, o time da Jair Pereira fez 1 a 0. Na volta, um empate por 0 a 0 no Serra Dourada garantiu o título.

  • O Flamengo disputa a sua sexta decisão de Copa do Brasil. A equipe carioca chegou à final em 1990, 1997, 2003, 2004 e 2006. A equipe rubro-negra sagrou-se campeã: em 1990 e em 2006.

  • O Atlético-PR disputa a final Copa do Brasil pela primeira vez. O time já disputou 15 edições da competição. Em sete oportunidades o time parou nas quartas de final: em 1992 (derrota para o Palmeiras), 1997 (Corinthians), 1999 (Botafogo), 2002 (Corinthians), 2007 (Fluminense), 2011 (Vasco) e 2012 (Palmeiras).

  • O Atlético-PR, por sua vez, passou pelo Palmeira nas oitavas, pelo Internacional nas quartas e pelo Grêmio na semifinal.

  • O Flamengo derrotou o Cruzeiro nas oitavas de final após perder por 2 a 1 no Mineirão e fazer 1 a 0 no Maracanã. Depois, o time de Jayme de Almeira eliminou o Botafogo e o Goiás.

  • Já o Atlético-PR precisa vencer fora de casa. Um empate por mais de dois gols também dá o título ao clube. O placar de 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

  • O Flamengo será tricampeão da Copa do Brasil com uma vitória simples e com um empate por 0 a 0.

  • Boa noite, internautas do Estadão. Damos início agora à transmissão da final da Copa do Brasil, que será disputada entre Flamengo e Atlético-PR, no Maracanã. Sejam bem-vindos.

  • Iniciamos a transmissão da final a Copa do Brasil às 21h30. Acompanhe todos os lances!

  •  

  • É noite de decisão na Copa do Brasil! Flamengo e Atlético-PR entram no gramado do Maracanã para a partida de volta da final do torneio nacional. Em Curitiba, no jogo de ida, os times ficaram no empate: 1 a 1. O placar garante o título para o Fla em caso de vitória simples.

Coreia do Sul e Japão juntam-se ao EUA em desafiar zona de defesa aérea da China

Coreia do Sul e Japão juntam-se ao EUA em desafiar zona de defesa aérea da China

 

The Washington Times

Quinta – feira 28 de novembro, 2013

 

 

Primeiro China declarou uma nova zona de defesa aérea sobre territórios insulares, que são objecto de uma disputa de posse com Japão . Em seguida, os Estados Unidos voou dois bombardeiros B-52 para a zona de defesa recentemente declarou, em aparente desafio da China reivindicação ‘s ao espaço aéreo. E agora, na quinta-feira, a Coreia do Sul e Japão fizeram o mesmo.

As duas nações EUA-aliados enviado vôos diretamente para o meio da China ‘s designada zona fora dos limites na quinta-feira, outright manuseando narizes em tentativa de Pequim para aproveitar a autoridade, segundo a Associated Press. China , entretanto, ainda tem de responder a qualquer vôo – dos Estados Unidos e, a partir da Coreia do Sul eJapão .

Ainda assim, ele é percebido no cenário internacional como um embaraço para Pequim. Mesmo China ‘s estatal de televisão é o que sugere que a nação pode ter exagerado sua mão.

“Pequim precisa reformar seu mecanismo de divulgação de informações para vencer as batalhas psicológicas travadas por Washington e Tóquio”, disse o Global Times, um tabloide publicado pelo Partido Comunista jornal ‘s, o Diário do Povo.

A maioria dos analistas militares não acho que a declaração de zona de defesa ou as usurpações de avião subseqüentes levará a uma escalada da actividade militar. As tensões ressuscitou após o anúncio inicial de Pequim, mas mesmo assim, os analistas viram a nomeação como mais uma estratégia de longo prazo para a China para pegar o leste da China propriedade disputada Mar, que um ato de guerra.

IMAGEM ** ** Neste 02 de setembro de 2012, foto de arquivo, o navio de pesquisa Koyo Maru, esquerda, fretado por autoridades da cidade de Tóquio, velas ao redor Minamikojima, primeiro plano, Kitakojima, médio direito, e Uotsuri, fundo, as pequenas ilhas o Mar da China Oriental, chamado Senkaku em japonês e Diaoyu em chinês.  Vôos sul-coreanos e japoneses através de nova zona marítima de defesa aérea da China adicionado ao desafio internacional quinta-feira 28 de novembro, 2013, das regras de Pequim diz que impôs no Mar da China Oriental, mas que os vizinhos e os EUA prometeram ignorar.  (AP Photo / Kyodo News, File)

Ampliar Foto

IMAGEM ** ** Neste 02 de setembro de 2012, foto de arquivo, a pesquisa … mais>

Coreia do Sul porta-vozes militares disseram que os aviões foram levados para o espaço zoneado-off sem antes alertar China , informou a AP. Japão autoridades disseram eles, também, têm continuado a voar para a zona sem ter notificado China . Mas pelo menos um especialista em assuntos internacionais acha que os viadutos não impugnadas pode terminar em breve.

“No que diz respeito à atividade dentro da zona, nada vai acontecer – por um tempo”, disse June Teufel Dreyer, a China especialista da Universidade de Miami, no relatório AP. “Então, a zona se tornará gradualmente aplicadas com maior rigor. Os japoneses vão continuar a protestar, mas não muito mais, para desafiá-la. “

 
 

© Copyright 2013 The Washington Times, LLC.

Read more: http://www.washingtontimes.com/news/2013/nov/28/s-korea-japan-join-us-defying-chinas-air-defense/#.UpdXauv-3lM.twitter#ixzz2lx5o3Khy 
Follow us: @washtimes on Twitter