EM DEBATE O governador Marcelo Miranda está elegível Em artigo a senadora Kátia Abreu defende que o ex-governador Marcelo Miranda está elegível: ‘O prazo de sua inelegibilidade termina no dia 1º de outubro de 2014’…

EM DEBATE
O governador Marcelo Miranda está elegível
 
Em artigo a senadora Kátia Abreu defende que o ex-governador Marcelo Miranda está elegível: ‘O prazo de sua inelegibilidade termina no dia 1º de outubro de 2014’…
 
 
Autor: Senadora Kátia Abreu
 
 
 
 

Com a aproximação das eleições de outubro os possíveis adversários do candidato Marcelo Miranda, temendo seu capital eleitoral, começam a dar sinais de desespero. Procuram de toda forma tentar confundir os eleitores espalhando boato ou defendendo teses infundadas de que o governador Marcelo Miranda está inelegível.

 

Diante do fato e em respeito aos eleitores e à população do meu Estado, procurei pareceres de renomados especialistas em direito eleitoral no país e, de todos, obtive a mesma informação: o candidato Marcelo Miranda está elegível para as eleições de outubro de 2014.  A conclusão lógica, portanto, é que  isso assusta os adversários. Sabem que nas urnas não terão chances.

 

Porque o Marcelo está elegível? Como é conhecido o Tribunal Regional Eleitoral o considerou culpado pela prática de abuso do poder econômico e mesmo a sentença não estando ainda transitada em julgado, podendo ser modificada, a Lei Complementar nº 64/1990, com as modificações introduzidas pela Lei da Ficha Limpa, estabelece que uma pessoa na situação do Marcelo fica 8 anos inelegível. Mas a partir de quando se começa a contar o prazo de 8 anos?

 

O Tribunal Superior  Eleitoral – TSE já decidiu que a contagem do prazo de oito anos de inelegibilidade tem como início a data da eleição em que ocorreram os fatos que fundamentaram a condenação do candidato. A eleição que ocorreu o fato que levou à condenação do Marcelo foi realizada no dia 1º de outubro de 2006. Assim, o prazo de sua inelegibilidade termina no dia 1º de outubro de 2014.

 

A eleição de 2014 será realizada no dia 5 de outubro. Para essa data o candidato Marcelo Miranda está elegível e ponto final. O calendário eleitoral lhe foi favorável e isso seus adversários não tem força para mudar.

Além disso, o TSE já decidiu,respondendo a consulta nº 380-63.2013.6.00.0000, que o término da inelegibilidade antes da data da eleição garante o registro da candidatura. Assim, inquestionável que o governador Marcelo Miranda está elegível e com seu direito de registro de candidatura garantido.

 

Importante esclarecer que o fato do Marcelo Miranda ser ou não diplomado para ocupar a cadeira de Senador da República para a qual o povo do Tocantins lhe elegeu em 2010 em nada altera sua condição de elegível. 

 

O que está sendo discutido no Recurso Contra Expedição de Diploma – RECD nº 698 é se a condenação do governador Marcelo Miranda tinha ou não transitado em julgado em 2010, ano de sua eleição para o Senado Federal.

 

E porque essa discussão no âmbito do RECD é relevante para a diplomação? A redação do artigo 1º, inciso I, alínea h, da Lei Complementar nº 64/90 vigente e aplicável em 2010 estabelecia que a pessoa condenada por abuso do poder econômico, com sentença transitada em julgado, ficaria inelegível por três anos. 

 

Veja que o artigo exigia sentença transitada em julgado, e é isso que estava sendo discutido no RECD nº 698. Digo estava porque o TSE já reconheceu que ocorreu erro na publicação do acórdão e determinou a republicação do acórdão e a consequente reabertura do prazo recursal.

 

Assim, ao republicar o acórdão ficará caracterizado que o governador Marcelo Miranda não estava inelegível na eleição para o Senado e, portanto, poderia ter sido diplomado em 2010.

 

Tem razão o governador Marcelo Miranda quando diz que está sendo injustiçado. A demora da Justiça Eleitoral em reconhecer um erro cometido está lhe tirando o direito de ocupar uma vaga no Senado Federal, legitimamente garantida na urnas. Vaga esta que está sendo ocupada por um candidato a Senador menos votado cujo suplente é quem mais está espalhando boatos na tentativa de confundir o eleitorado a respeito da elegibilidade do Marcelo. Talvez seja o apego à vaga de suplente de Senador que ele não conseguiu conquistar nas urnas em 2010.

 

Katia Abreu
Senadora da República

 

Aliciamento na internet: Pedófilo filma menina de 13 anos nua e põe no !YouTube

 

Aliciamento na internet: Pedófilo filma menina de 13 anos nua e põe no !YouTube

 
22/01/2008
Autor: 
Ana Cláudia Barros e Daniela Arbex%0d%0aAna Cláudia Barros e Daniela Arbex
Veículo de Imprensa: 
Veículo Nacional

 

Um dia depois de a Tribuna denunciar o aliciamento de crianças de Juiz de Fora por pedófilos na internet, mais um inquérito foi instaurado, ontem, para apurar novo caso na cidade, o terceiro que chega às autoridades em apenas sete meses. Desta vez, a vítima é uma garota de 13 anos, moradora da Zona Norte, que, após ser aliciada por um adulto no Orkut, site de relacionamentos, foi convencida a se despir diante do computador, sendo filmada por uma webcam. O homem, que aparenta ter 30 anos, gravou um vídeo com cenas da menina nua e, em dezembro de 2007, postou as imagens no YouTube, um site que disponibiliza vídeos em todo o mundo. O material foi assistido pelos colegas da escola particular onde a garota estuda e, provavelmente, por milhares de internautas, levando a família da adolescente a pedir providências ao Ministério Público, para localizar o autor, suspeito de ter feito o mesmo com outras cinco meninas do município.

A delegada Cristiane Maciel, que está substituindo a titular da Delegacia de Menores, Maria Pontes, em férias, afirmou que vai acionar a empresa responsável pelo Orkut, a Google Brasil, por meio de ordem judicial, a fim de rastrear o autor. $Queremos identificá-lo e apreender outros materiais que ele venha a ter em casa. A suspeita é de que tenha feito o mesmo com outras cinco adolescentes da cidade.”

A mãe da adolescente, uma funcionária pública aposentada, foi ouvida na delegacia e levou impressa parte das conversas que o criminoso manteve com a filha. O conteúdo dos diálogos impressiona, principalmente porque o homem ameaça a menina repetidas vezes. $Vamos acabar com isso. Ligue a cam (webcam). Primeiro liga a cam, não quero te ferrar, gatinha, te prometo. Mas se não fizer, te ferro”, afirma o criminoso.

Do outro lado do computador, o homem continua o assédio e manda a menina fechar a porta do quarto, dizendo que é a última vez que a avisará sobre o que é capaz de fazer. $Se não fizer, vou acabar com você.” Em mais uma conversa, o adulto informa que o vídeo com suas imagens nua já está pronto, garantindo que vai lançá-lo no YouTube.

Segundo relato da menina à delegada, diante da ameaça, ela decidiu contar à mãe o que estava acontecendo. Atordoada com a revelação, a funcionária pública tomou o lugar da filha na conversa mantida com o estranho pelo computador. $Pode mandar (o vídeo), vai ficar mais fácil para ser encontrado, já estamos no seu rastro, sem vergonha.” Sem medo de punição, o adulto responde: $Se fosse você, não falaria assim. Dá uma olhadinha, aí”, diz, disponibilizando, logo em seguida, o vídeo da adolescente sem roupa.

No dia seguinte, um amigo da escola da menina avisou à família dela ter visto o vídeo no YouTube. Outro companheiro de escola tentou persuadir o adulto a retirar o vídeo do ar. $Cara, tira isso aí, na moral. O que vai ganhar com isso?” Mais uma pessoa deixou uma mensagem para o pedófilo no Orkut. $Isso aí que você está fazendo, mostrando vídeo de menores na net, é pedofilia”, alerta.

Para a delegada, o caso é mais um exemplo do risco a que meninos e meninas estão expostos ao usarem, de forma negativa, a internet. $Eles não estão sabendo lidar com essa modernidade e acreditam que nada vai acontecer com eles. O caso dessa jovem mostra isso. Ela é uma menina que só sai de casa acompanhada dos pais, mas foi exatamente dentro de casa, onde deveria estar protegida, que acabou sendo exposta para o mundo.”

Lan houses são usadas contra vigilância dos pais
O risco não se restringe à residência. Muitas vezes, crianças e adolescentes buscam as lan houses para escapar da vigilância dos pais e manter relacionamentos com estranhos pela internet. Em Juiz de Fora, apesar de existir lei municipal que restringe o acesso de adolescentes desacompanhados dos responsáveis às lan houses, as normas não são cumpridas na maioria das vezes.

Pela legislação, em vigor desde o segundo semestre de 2006, o ingresso de menores de 12 anos nesses estabelecimentos só é permitido $com o acompanhamento de um responsável legal devidamente identificado”. Já garotos entre 12 e 16 anos precisam apresentar uma autorização por escrito dos pais para freqüentar o local. Na prática, não é o que acontece.

Ontem, porém, a Tribuna localizou diversas crianças nessas lojas, a maioria meninos entre 10 e 13 anos. Um deles, um estudante de apenas 12 anos, estava justamente acessando o Orkut, com a ajuda do funcionário da lan house, no momento em que a equipe de reportagem chegou ao local. Ao lado dele, um jovem olhava um site pornográfico. $Entro no Orkut desde os 6 anos, quando ganhei um computador dos meus pais. Minha irmã mais velha me ensinou a usar”, comenta o menino de São Paulo, que passa férias na cidade.

Questionado sobre a presença de menores de idade no estabelecimento, o funcionário tentou justificar: $Conheço a lei. Só permito que as crianças fiquem aqui até às 15h. Já tentei barrá-las, mas os próprios pais reclamam”, garantiu.

Há cerca de dez dias, a proprietária de um desses estabelecimentos, localizado em um bairro de classe média, na Zona Leste da cidade, flagrou uma menina de 14 anos postando fotos suas sem roupa no Orkut. Ela desconfiou da atitude da garota que escolheu o computador no fundo da sala. Ao se aproximar, a comerciante surpreendeu-se com o teor das imagens e decidiu retirar a adolescente da loja. A partir desse episódio, a proprietária passou a exigir a autorização dos responsáveis para a entrada de menores de 14 anos.

‘Sociedade trilha caminho lastimável*
Além da legislação, uma portaria da Vara da Infância e Juventude define horários para a permanência de crianças e adolescentes em lan houses. Pela norma, meninos e meninas entre 10 e 14 anos podem freqüentar estabelecimentos como esse, sem autorização dos pais, até 18h. Entre 15 e 16 anos, o limite passa para 20h e, de 17 a 18, até 22h. O estabelecimento está sujeito a multa de três a 20 salários mínimos. A penalidade dobra nos casos de reincidência.

$Apesar de haver fiscalização rotineira dos estabelecimentos, o Estado não tem estrutura para estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Ontem mesmo, uma lan house foi autuada, porque dois adolescentes estavam lá depois das 23h. É dever da sociedade, do Estado e da família zelar pela criança e pelo adolescente”, afirmou a juíza da Infância e Juventude, Maria Cecília Golner.

Segundo ela, ainda que haja esforço conjunto no combate ao problema, com operações em parceria com a polícia, o controle é difícil, até porque, as formas de acesso à internet são diversas. $Em poucos anos, o acesso à rede pelo celular, que hoje é caro, vai estar muito facilitado.”

A juíza reitera o dever dos pais na educação. $Educar é cansativo e repetitivo, mas o filho deve receber, diuturnamente, instrução dos pais, para inibir algumas tendências e aprimorar as boas”, observa a magistrada. Sobre a denúncia, realizada pela Tribuna, a respeito do leilão da virgindade na internet, feito por meninas da cidade, Maria Cecília é enfática: $Nossa sociedade está trilhando um caminho lastimável”, diz, sugerindo que os casos sejam encaminhados a órgãos, como Ministério da Justiça, Ministério Público e Programa de Combate à Exploração Sexual da Criança e Adolescente (Procesca).”

 

 

 

Caso das meninas nuas: Whatsapp e Instagram devem revelar o autor DELEGADO GERAL JAMES GUERRA DISSE QUE JÁ ACIONOU ESSES SITES PARA DESCOBRIR QUE VAZOU

Caso das meninas nuas: Whatsapp e Instagram devem revelar o autor

Delegado geral James Guerra disse que já acionou esses sites para descobrir que vazou

 
Vidraco
Sercomprev
Kangaco
Habitar
FSA
Infatec
Gerente Eficiente
Multcont
Alencar Ximenes
Ideal Box
 
Recentemente fotos de artistas vazaram; agora com pessoas comuns; polícia do Piauí investiga

Recentemente fotos de artistas vazaram; agora com pessoas comuns; polícia do Piauí investiga

Em entrevista nesta quarta-feira (20/03) ao programa Bom Dia Meio Norte, apresentado por Ieldyson Vasconcelos, da TV Meio Norte, o delegado geral James Guerra, disse que vai acionar os proprietários das redes sociais WhatsApp e Instagram para que revelem o autor do vazamento de fotos de adolescentes de Teresina nuas.

Desde o fim de semana passado se fala no vazamento destas fotos através destes sites. O que era uma brincadeira entre amigas, segundo informações extra-oficiais, tornou-se em escândalo. Elas estariam fazendo parte de um grupo de amigos onde apenas elas viam essas fotos. No entanto uma delas teria se chateado com algo e espalhou algumas das fotos.

Pronto. Foi o suficiente para espalharem as fotos via essas redes sociais, bastante utilizada de uns tempos para cá principalmente entre os jovens. Essas meninas seriam de escolas tradicionais de Teresina. O caso tornou-se público e pode já estar constrangendo as famílias dessas adolescentes. “Antes de tudo, o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) protege essas jovens. Não podem ter essas imagens expostas por quem quer que seja. É preciso que isso seja descoberto, quem vazou essas fotos, quem foi o autor. Nós já contactamos com os gerentes desses sites (WhatsApp e Instagram). Um é da California e o outro pertence ao Facebook. Junto à Delegacia Especializada em Crimes na Internet temos como identificar e isso vai ser feito”, disse James Guerra.

ENTENDA O CASO
Desde a última segunda-feira (18/03) que circulam na internet fotos de garotas de 14 a 17 anos, de duas escolas renomadas de Teresina, onde aparecem seminuas e nuas. Uma conta falsa no Facebook foi criada para que as imagens fossem espalhadas. Esse é o principal assunto nas rodas de escolas e faculdades da cidade. As informações são de que duas meninas, que faziam parte de um grupo, formado por outras garotas, no WhatsApp, que é um aplicativo de mensagens instantâneas para smartphones, teriam brigado e por esse motivo, liberado as imagens para as redes sociais. Os pais de uma dessas meninas já tomou conhecimento do caso e espera o momento certo para acionar a polícia, já que o caso pode ser incluído como pedofilia e aí passaria a ser investigado pela Polícia Federal. A presidenta Dilma sancionou ano passado uma lei que ficou conhecida como ‘Lei Carolina Dieckmann’, por conta do caso referente à atriz que teve 36 fotos suas, em poses nuas e seminuas, vazadas na internet e foi vítima de chantagem.

 

Publicado Por: Allisson Paixão

Adolescentes aderem ao ‘sexting’ e postam fotos sensuais na internet

Adolescentes aderem ao ‘sexting’ e postam fotos sensuais na internet

Adolescentes aderem ao ‘sexting’ e postam fotos sensuais na internet

Meninas e meninos de 12 a 17 anos buscam fama virtual em sites.

Fenômeno preocupa Promotoria e polícia pelo risco de pornografia.

Kleber Tomaz Do G1 SP

Em busca da fama virtual, adolescentes de 12 a 17 anos estão aderindo cada vez mais ao “sexting”. O fenômeno criado por jovens nos EUA há cerca de cinco anos chegou recentemente ao Brasil. O termo é originado da união de duas palavras em inglês: “sex” (sexo) e “texting” (envio de mensagens). Para praticar o “sexting”, meninos e meninas produzem e enviam fotos sensuais de seus corpos nus ou seminus usando celulares, câmeras fotográficas, contas de e-mail, salas de bate-papo, comunicadores instantâneos e sites de relacionamentos.(Orkut,MSN facebook …)

 Os adeptos também mandam mensagens de texto eróticas no celular ou internet com convites e insinuações sexuais para namorados, “ficantes”, paqueras, pretendentes ou amigos. A prática preocupa representantes da Polícia Civil, do Ministério Público de São Paulo e entidades civis de preservação dos direitos humanos na internet ouvidos pelo G1. Todos alertam para o risco da pornografia infantil e prostituição

Vejo isso como um perigo muito grande. O pedófilo ou o aliciador percebe isso e começa a ganhar intimidade. Isso acaba sendo porta para prostituição”, afirmou o promotor Tales de Oliveira, do Departamento de Execução da Infância e Juventude de São Paulo, ao G1.

Bastam alguns cliques para ver adolescentes em poses provocantes, se exibindo em imagens postadas por eles mesmos em álbuns de fotos, sites pessoais e vídeos. Vale tudo para chamar a atenção. As meninas ficam só de lingerie ou biquíni, agarram ou beijam amigas na boca, mostram closes de decotes ousados e até autografam os próprios seios com o nome de suas páginas ou de colegas. Os garotos preferem ficar de cuecas, sem camisa, ou abraçar garotas simulando atos sexuais. Em outros casos, jovens chegam a ficar nus.

Com preços acessíveis, uma máquina digital ou celular com câmera não são mais exclusividade de filhos da classe média. Por conta disso, é quase impossível contabilizar o número de praticantes do exibicionismo juvenil. Segundo a Safernet Brasil (organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua na proteção e promoção dos direitos humanos na internet), quem mais acessa a rede mundial de computadores é o jovem entre 16 e 24 anos, o que representa 78% do total de internautas no país.

Neste universo, ganha fama quem tiver mais acessos no seu fotolog, Orkut e YouTube. Outra maneira de ser popular é vencer os concursos virtuais promovidos pelos sites. Depois disso, a celebridade instantânea irá contar com fã-clubes e uma legião de seguidores.

 

Outro lado

A reportagem entrou em contato com o provedor responsável por hospedar os sites que disponibilizam os serviços de fotos e vídeos na internet. Segundo a assessoria de imprensa do Google, “os conteúdos considerados impróprios podem ser denunciados pelos usuários”. “Já os de pornografia e os que ferem direitos autorais são removidos.”

Segundo a Safernet Brasil, dados da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos mostram que a pornografia infantil lidera o número de denúncias no país. Foram mais de 2 mil entre 1º de março a 1º de abril deste ano.

Internet, celular, máquina digital: estas tecnologias potencializam algo típico da adolescência”

Rodrigo Nejm, diretor de prevenção da Safernet

“Internet, celular, máquina digital. Estas tecnologias potencializaram algo típico da adolescência. É preciso discutir sexualidade na família e na escola para que ele não vire sexo precoce depois”, disse o psicólogo Rodrigo Nejm, diretor de prevenção da Safernet.

O artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) define o que é pornografia infantil: “Para efeito dos crimes previstos nesta lei, a expressão “cena de sexo explícito ou pornográfica” compreende qualquer situação que envolva criança ou adolescente em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas, ou exibição dos órgãos genitais de uma criança ou adolescente para fins primordialmente sexuais”.

A Safernet tem trabalhado na formação de mais de 4 mil educadores no Brasil. São aplicadas sugestões de exercício nas salas de aula para trabalhar esse tema. Ao receber as denúncias de sexting como pornografia infantil, os responsáveis pela entidade as encaminham para a Polícia Federal e para o Ministério Público Federal.

 

Vício virtual

Em um dos sites de fotolog visitados pele reportagem na quarta, havia mais de 465 mil páginas pessoais. Até as 13h, mais de 8 mil fotos tinham sido postadas.

As regras de uma das comunidades não permitem postar fotos contendo, por exemplo: “lingerie, cueca, calcinha ou sutiã”; “zoom ou close-up em decotes ou em outras parte sexualmente apelativas do corpo”; entre outros.

Mas, apesar das restrições, a mesma comunidade tem fotos de garotas de 15 e 16 anos de biquíni em frente a espelhos ou cobrindo os seios apenas com as mãos. Algumas páginas pessoais têm música. Numa delas, era possível escutar uma com letras de cunho sexual enquanto a foto de uma garota de 17 anos, usando fio dental, tremia.

“O site faz esse alerta [de regras] apenas como forma de amanhã ou depois se isentar de qualquer responsabilidade. Se a pessoa foi contra a regra do jogo, eu não tenho culpa. Essa é sempre a alegação deles”, afirmou o promotor Tales de Oliveira, da Infância e Juventude.

Ainda pelos termos de uso dos álbuns de fotos, o dono da página pode permitir que o visitante escreva comentários em cada imagem que foi postada. Uma menina de 14 anos que mostra os seios espremidos por um sutiã foi chamada de “delícia” por um internauta.

Postar fotos de crianças nuas é crime

Segundo a delegada Catarina Buque, da Delegacia de Crimes Eletrônicos do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), a postagem de fotos sensuais de adolescentes tem de ser investigada com cuidado. “Pode ser uma gama de crimes, como pode não ser também”, afirmou a delegada.

“Fotos nuas de adolescentes são material pornográfico, é crime. Mas fotos sensuais de adolescentes têm de ser analisadas caso a caso. Às vezes o adolescente trabalha como modelo e tem a autorização dos pais para publicar essas imagens na internet. Ou às vezes não. Pode ser que alguém tenha pego essas fotos provocantes e divulgado sem a autorização do jovem. Pode ser que uma menina tenha mandado a foto para um namorado ou um paquera e ele a distribuiu sem o consentimento da garota”, disse a delegada Catarina.

Márcio França: “Lula perderia a eleição para Campos” UM DOS RESPONSÁVEIS PELA CANDIDATURA DO EX-GOVERNADOR PERNAMBUCANO À PRESIDÊNCIA DIZ NÃO ACREDITAR NO “VOLTA, LULA” E AFIRMA QUE DILMA CORRE O RISCO DE NEM IR AO SEGUNDO TURNO

Márcio França: “Lula perderia a eleição para Campos”

Um dos responsáveis pela candidatura do ex-governador pernambucano à Presidência diz não acreditar no “Volta, Lula” e afirma que Dilma corre o risco de nem ir ao segundo turno

 
 
O deputado Márcio França. Ele minimiza as diferenças
entre Marina Silva e o PSB em São Paulo
(Foto: Filipe Redondo/ÉPOCA)

O deputado federal Márcio França, presidente do PSB paulista, esbanja otimismo. Diz que,  “se Lula fosse candidato hoje, perderia a eleição para Campos”. Ele se refere ao ex-governador pernambucano Eduardo Campos, de cuja candidatura à Presidência ele é um dos principais articuladores. França, de 50 anos, é um dos nomes mais cotados para coordenar  a campanha presidencial. Pré-candidato ao governo paulista, ainda sonha em ser candidato a vice de Geraldo Alckmin (PSDB). Na busca por essa última hipótese, enfrenta a resistência de Marina Silva, futura candidata a vice na chapa de Campos. “Acho Marina muito próxima, em posições pessoais, a Alckmin.”

>> Mais entrevistas publicadas em ÉPOCA

ÉPOCA – O senhor coordenou a última campanha à Presidência do PSB, do deputado federal Anthony Garotinho, em 2002, e está próximo da coordenação da candidatura de Eduardo Campos neste ano. O que mudou no partido entre essas duas candidaturas?
Márcio França – 
Duas coisas em especial. Garotinho tinha entrado no partido para ser candidato. Ele não teve no partido o apoio que Eduardo tem agora. A segunda é que o partido era muito inferior ao de hoje. Tinha dois governadores, de Estados pequenos, poucas lideranças e só 17 deputados. A candidatura Garotinho foi importante para a gente chegar até aqui, nos colocou em outro patamar, dos seis, sete maiores partidos do país. Essa conquista produziu as vitórias da sequência: prefeituras, capitais, governos de Estado e o tempo de TV. A decisão de Garotinho foi acertadíssima. Levou em consideração o partido. A candidatura de Eduardo é diferente, é para ganhar a eleição.

ÉPOCA – Em 2002, no segundo turno o PSB apoiou o ex-presidente Lula. Nos anos seguintes, Campos e Roberto Amaral foram ministros. Como explicar agora que o PSB seja oposição?
França –
 Lula é um fenômeno brasileiro como poucos acontecem. Como Neymar. Não nascem aos montes. Os dois governos dele foram altamente aprovados. Com ele, foi um tipo de relação. Quando ele escolheu a presidente Dilma (Rousseff), foi mais um ato de genialidade, intuindo esse esgotamento do político-padrão, que está na rua hoje. Veio a primeira personagem da presidente: a gerente. Logo depois veio a segunda: a faxineira. Ela entrou e varreu os políticos. Houve um instante no primeiro ano em que ela teve o maior apoio político que um presidente já teve. Criou expectativa na população. Quando vestiu essa segunda personagem, saltou para fora a verdadeira e terceira personagem: ela própria, a intervencionista. A lógica dela é a intervenção. No país, um processo de intervenção é duro de engolir.

ÉPOCA – Então o slogan “a esperança venceu o medo” não existe mais?
França –
 Não. A grande diferença entre os governos dela e de Lula foi justamente esta: a esperança desapareceu. Ao final do governo Lula, ela tinha uma carruagem. Agora está entregando uma abóbora. Tudo em que ela mexeu deu confusão. Eduardo percebeu isso dois anos atrás. Percebi na montagem do governo. Ninguém da política negocia do jeito como ela negociava. Ela tinha de ter mantido o núcleo central, que éramos nós, o PCdoB, o PSB, o PDT. Quando chegou o final de 2012, Eduardo fez as primeiras manifestações críticas, porque ele se sentia meio isolado. Depois, com os índices (de aprovação de Dilma) ruins, percebendo a falta de diálogo, ele foi falar com ela numa praia na Bahia. A conversa boa, mas ela ficou falando de artesanato. Não fala de política, ela não tem para dar. Falei para Eduardo: você procura uva numa bananeira.

>> Por que Eduardo Campos se mudou para São Paulo

ÉPOCA – Com essa postura do partido, elogiosa ao governo Lula e crítica do governo Dilma, caso o PT decida que Lula será o candidato, como ficará a candidatura de Campos?
França –
 Já houve um tempo em que eu tinha essa preocupação. Todos devemos muito a ele. Não há um político que eu conheça no Congresso que não deva a Lula uma gentileza. Ele fez gestos a cada um de nós. Se, amanhã, um amigo seu se candidata, você ficaria no constrangimento. Mas, hoje, uma coisa que ninguém me tira da cabeça: Lula tem vários defeitos, mas uma grande qualidade, ele é muito intuitivo. Se fosse candidato hoje, perderia a eleição para Eduardo. Ele sabe disso.

ÉPOCA – O senhor foi um dos principais padrinhos do casamento político mais surpreendente dos últimos tempos, entre Marina Silva e Eduardo Campos. Depois de seis meses, ele é de mais alegrias ou mais tristezas?
França – 
Muito mais alegrias. Marina é a grande novidade boa e pura da política brasileira. Ela também nos reenquadra. Você tem de ter seu grilo falante. Ela é nosso grilo falante, porque nossa intuição é ganhar, minha intuição é ganhar. É importante ter alguém como ela que fale: cuidado, daqui a pouco estamos iguais a todo mundo. E ela é uma mulher internacional. Quantos nomes no Brasil repercutem no mundo? Agora, ela também intuiu que a passagem do modelo dela para o que está hoje precisa de transição. Ela sozinha não faria essa transição.

ÉPOCA – Como está a relação com Marina?
França – 
Temos muitas dificuldades nessa composição. Tenho divergências com Marina, acho que temos de fazer movimentos conservadores, em busca dos conservadores idôneos. Nem todo mundo é obrigado a ser progressista. Teremos um pouco de dificuldade neste início da relação com a Rede, porque há enfrentamentos que precisam ser feitos, e São Paulo é um deles.

ÉPOCA – O senhor ainda é pré-candidato ao governo?
França –
 Sim. Se a decisão final for por uma candidatura própria, serei pré-candidato, ainda que ninguém me convença de que essa é a melhor estratégia. Aqui em São Paulo, é onde o jogo vai se decidir. Se depender de minha opinião, continuarei trabalhando por uma coligação.

ÉPOCA – Como resolver esses problemas?
França – 
Eduardo é um grande mediador. Resolverá tudo isso e, se vencer, fará uma transição, preparará tudo para um dia ela (Marina Silva) ser presidente.

“Não há hipótese de ficarmos fora do segundo turno. Hoje creio que Dilma possa ficar fora”

ÉPOCA – Marina não atrapalha vocês em São Paulo? Ela vetou o apoio a Geraldo Alckmin?
França –
 Ela usa argumentos lógicos para defender essa ideia, mas nunca falou como imposição. Para ela, a nova política exige candidatos novos. Ela nunca me disse que não aceita apoiar Alckmin. Até acho ela muito próxima, em posições pessoais, a Alckmin. Convivi muito com Alck­min e agora convivo com Marina. Alckmin é radical do ponto de vista ético. Ele é extremamente religioso, como ela, extremamente simples, como ela. Eles têm coisas muito próximas. Se tivéssemos tido tempo de construir uma candidatura conjunta em São Paulo, a ideia de Marina seria viável. Infelizmente, isso não aconteceu. Dizem que sou muito tucano, só que nunca estive com Alckmin em campanha eleitoral dele. É uma bobagem.

ÉPOCA – Como pré-candidato ao governo paulista, como o senhor enxergou a declaração do porta-voz da Rede em São Paulo, Célio Turino, de que o senhor não está no rol de nomes que a Rede apoiaria ao Palácio dos Bandeirantes? 
França –
 Ele tem todo o direito de escolher. Depois vamos para a convenção, o lugar certo da escolha do candidato.

ÉPOCA – Campos e Aécio Neves (PSDB) disputarão, provavelmente, um lugar no segundo turno. Até quando manterão o pacto de não agressão?
França –
 Até o fim da eleição. Eles são amigos, da mesma geração. De nossa parte, não deverá haver agressões. Começamos atrás nas pesquisas e não agredimos ninguém até agora. Não sei como será quando a primeira pesquisa detectar Eduardo na frente, não sei como será o comportamento do PSDB. Aécio foi um bom governador, lidera um partido importante, mas há algo de que ele não tem como escapar. Ele lidera uma mudança para o passado, e nós para o futuro.

>> Aécio monta estrutura de campanha específica para SP

ÉPOCA – Se Aécio for para o segundo turno com Dilma, o apoio de Campos e do PSB a ele será natural?
França –
 Não há hipótese de estarmos fora do segundo turno. A tendência de Eduardo talvez fosse declarar apoio a Aécio, mas não sei como seria o PSB. No Nordeste, haveria dificuldades de transferir o apoio de Eduardo a Aécio. Hoje acredito que Dilma possa ficar fora do segundo turno.

>> As curvas na estrada de Aécio Neves

ÉPOCA – O senhor acha que Campos tem força para fazer frente às boas votações do PT no Nordeste?
França – 
Certamente. Só em Pernambuco, ele tirará 5 milhões de votos dos 10 milhões que teve no Estado em 2010. Contagiará outros Estados também.

ÉPOCA – O PSB teme investigações sobre o Porto de Suape, em Pernambuco?
França –
 Se mexerem em Suape, encontrarão é mais sujeira do que já encontraram na Petrobras. Isso não tem nada a ver com Eduardo. Não acho bom para o país fazer a policialização da eleição. Cada um deve lutar com as forças que tem.

 

Caminhada da Unimed Palmas contra a hipertensão reúne dezenas de pessoas Para a médica, Jussara Martins Oliveira, que estava em companhia de um grupo da terceira idade, que realizam atividade física, a caminhada foi uma ótima iniciativa…

Caminhada da Unimed Palmas contra a hipertensão reúne dezenas de pessoas
 
Para a médica, Jussara Martins Oliveira, que estava em companhia de um grupo da terceira idade, que realizam atividade física, a caminhada foi uma ótima iniciativa…
 
 
Autor: Ascom
 
Caminhada
Ascom
 
 
 

Na manhã deste sábado, 26, dezenas de pessoas participaram da caminhada contra a hipertensão arterial promovida pela Unimed Palmas em parceria com o Sescoop. Durante a ação foram entregues aos participantes kits de frutas e água, e os participantes puderam aferir a pressão arterial e receber orientações nutricionais.

 

A nutricionista do Hospital Unimed Palmas, Paola Guerra, esteve presente orientando a importância de uma boa alimentação para prevenir o tempo de desenvolvimento da hipertensão. “A gente orienta as pessoas para evitarem o consumo em excesso do sódio, alimentos embutidos, como presuntos, e os industrializados. A quantidade recomendada de ingestão de sódio é de 3 a 4 gramas, mas o brasileiro consome em média três vezes mais que isso”, relata a nutricionista. 

 

Para o diretor administrativo da Unimed Palmas, o clínico geral Dr. Nemésio Tomasella, a ação reforça os cuidados que a instituição tem com seus beneficiários, médicos cooperados e a comunidade em geral. “Essa ação é uma das muitas iniciativas auxiliares aos serviços prestados pela Unimed Palmas. Nossa preocupação é informar sobre a importância da prevenção contra a hipertensão evitando a ocorrência de outras doenças graves”, reforçou o clínico geral.

 

Para a médica, Jussara Martins Oliveira, que estava em companhia de um grupo da terceira idade, que realizam atividade física, a caminhada foi uma ótima iniciativa. “É uma excelente interação com a comunidade e necessária para alertar sobre os cuidados”, comentou a médica.

 

 
 

Tags: UnimedPalmasrealizacaminhadacombatehipertensão arterial

CRIME PASSIONAL? Major do Corpo de Bombeiros é encontrado morto dentro de casa, na 1005 Sul


 
26/04/2014 12h01min
Major do Corpo de Bombeiros é encontrado morto dentro de casa, na 1005 Sul
 
Além de Major do CBM, Valdênio era estudante de Jornalismo da UFT.
 
Autor: Charlyne Sueste
 
Major Valdenio é encontrado morto
Reprodução/Facebook
 
 

O major do Corpo de Bombeiros José Valdenio Leite foi encontrado morto dentro da própria casa, na quadra 1005 Sul, em Palmas, na manhã deste sábado, 26. Informações extraoficiais, ainda não confirmadas, são de que o crime teria acontecido nesta madrugada e o corpo estaria enforcado em uma rede, levantando a hipótese de que ele tenha morrido por asfixia.

Ainda segundo as informações preliminares obtidas pelo Portal T1 Notícias, a suspeita inicial seria de latrocínio (roubo seguido de morte), já que o carro de Major Valdenio, um CrossFox preto, não foi encontrado na residência.

Major Valdenio teria levado uma pancada forte na cabeça e no abdômen. A assessoria de comunicação da Polícia Militar informou que ainda seria feita uma perícia no local.

Valdenio Leite era solteiro, formado em Administração e estudante do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), curso pelo qual se formaria no próximo semestre. Em sua página na rede social Facebook, vários amigos comentaram lamentando sua morte, outros diziam não acreditar.

Sua última postagem nas redes sociais foi ]ás 2h22 da madrugada de sábado. Amigos disseram que ele gostava de sair para festas nos finais de semana e que costumava chegar tarde em casa.

O corpo do estudante começou a ser velado às 21h deste sábado, na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, na quadra 1203 Sul. O sepultamento está marcado para às 17h deste domingo no cemitério Jardim das Acácias.

 

(Atualizada às 9h45 de domingo)

 
 
 
 

Tags: Major ValdenioMajor assassinadoPalmasValdenio Leite