Mulher fica amiga de mendigo em São Paulo. Ninguém poderia imaginar o que aconteceria depois… Uau!

Mulher fica amiga de mendigo em São Paulo. Ninguém poderia imaginar o que aconteceria depois… Uau!

Raimundo Arruda Sobrinho era mais um mendigo na cidade de São Paulo. Ele era conhecido localmente por sentar e escrever todos os dias no mesmo lugar. Foi assim por 35 anos… até que em abril de 2011 uma mulher chamada Shalla Monteiro ficou amiga de Raimundo.

Impressionada com o trabalho poético de Raimundo e querendo ajudar em seu sonho de publicar um livro, Shalla criou uma página no Facebook para mostrar o que o morador de rua vinha escrevendo por tantos anos.

Nenhum dos dois poderia esperar o que aconteceu em seguida.

O próprio Facebook fez questão de participar da história e produziu o vídeo de 4m30s que você vê abaixo. Clique no play, assista até o final e se surpreenda com o desfecho dessa história.

 

Clique aqui e veja no Vimeo.com

Se a história de Raimundo e Shalla tocou você de alguma forma, compartilhe com seus amigos e familiares clicando no botão abaixo. Obrigado pela visita. 😉



Maria Putinha da UPP,AS UPPS ENFIM SERVEM PARA ALGO

 
publicidade

25 de maio de 2014 • 11h17 • atualizado às 11h20

RJ: famosa por sexo com PMs, ‘Maria UPP’ estrela filme pornô

Patrícia adotou o nome “Paty UPP” na gravação de seu primeiro filme

Foto: Divulgação

A jovem Patrícia Alves, que ficou famosa no Rio de Janeiro por aparecer em diversas gravações amadoras fazendo sexo com policiais de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) decidiu se profissionalizar e gravou nesta semana o seu primeiro filme pornô, pela produtora Brasileirinhas.

As “visitas” de Patrícia às bases das unidades de pacificação gerou embaraço na Polícia Militar, que instaurou um inquérito para investigar a postura dos policiais envolvidos no caso. Fotos da “Maria UPP”, como ficou conhecida, portando pistola e até um fuzil, vestida com fardas da PM foram parar na internet.

Segundo o comando da UPP, o caso é investigado pela corregedoria da Polícia Militar, que tem 30 dias para entregar o resultado preliminar. Há a possibilidade de que as investigações, que ocorrem em segredo, sejam prorrogadas por mais 30 dias. Não há informações sobre qualquer tipo de punição aos PMs que participara das orgias.

Sem eu perfil no Facebook, a agora atriz postou neste sábado uma foto em frente ao 1º Departamento de Justiça Militar do Rio de Janeiro. Segundo ela, “ocorreu tudo bem durante o depoimento”.

 

 

Filme com temática policial
O primeiro filme profissional de Patrícia teve como temática o meio policial. Segundo a produtora, Patricia (que adotou o nome profissional de Paty UPP) contracenaria com dois atores e duas atrizes, além de um fã que seria escolhido por um concurso na internet.

Além do filme, a jovem foi contratada também para fazer exibições via internet e participa de chats com os assinantes da produtora, que já investiu em outras celebridades para alavancar a venda de seus filmes, como a dançarinas Rita Cadilac e Gretchen e os atores Alexandre Frota e Mateus Carrieri.

publicidade

 

Veja cinco sinais que você precisa comer mais carboidratos Eles não são vilões – e seu corpo não funciona direito se estiver dando sinais de deficiência do nutriente

Veja cinco sinais que você precisa comer mais carboidratos

Eles não são vilões – e seu corpo não funciona direito se estiver dando sinais de deficiência do nutriente

Consumo de carboidrato é essencial para o funcionamento do corpo e do cérebro

Foto: Getty Images

A maneira como os carboidratos são tratados é, muitas vezes, injusta. Erroneamente associado a ganho de peso e calorias vazias, os carboidratos são, na verdade, parte essencial de uma dieta balanceada — especialmente se você faz exercícios. E são deliciosos.

Claro, não é para atacar o segundo prato de espaguete nem cair de cara nos doces. É possível apostar em cereais integrais, feijão, quinoa, aveia, frutas e legumes para atingir as recomendações de consumo: cerca de 45 a 65 por cento das calorias consumidas diariamente devem vir de carboidratos.

O Huffington Post reuniu cinco sinais para saber se seu corpo está recebendo carboidratos suficientes. Quer desculpa melhor para comer um sanduíche (com pão integral, claro)?

1. Você tem mau hálito

O objetivo de dietas low-carb é, claro, queimar os estoques de gordura do organismo em vez de carboidrados, embora a maioria dos especialistas concorde que essa não é uma técnica eficiente. Quando o corpo queima gordura, ele o faz por um processo chamado cetose, que libera químicos chamados de cetonas. Eles, infelizmente, tem um cheiro não agradável, e são comumente liberados pelo hálito. 

2. Seus exercícios estão falhando

Quando pessoas ativas não consomem carboidratos suficientes, o corpo pode recorrer às proteínas para fazer os músculos funcionarem direito. Reabastecer o corpo logo após o exercício com os carboidratos queimados durante o treino acelera a recuperação muscular, deixando você mais preparado para a malhação do dia seguinte.

3. Você se sente um pouco tonto

Assim como o corpo, o cérebro também depende de carboidratos, quebrados em glicose, para energia. E quando o cérebro não recebe a glicose de que precisa, ele pode não funcionar direito. Um estudo de 2008 descobriu que mulheres em dieta de pouco carboidrado se saíram pior em uma série de pequenos testes de memória do que mulheres com uma dieta de nutrientes balanceados. Assim que voltaram a comer carboidratos, o desempenho delas voltou ao normal.

publicidade

4. Você está mal-humorado

Quem segue dietas low-carb consistentemente reportam que se sentem mais irritáveis, estressados e fatigados, mesmo quando a dieta resulta em perda de peso. Uma causa possível pode ser que os carboidratão são essenciais para a produção de serotonina, uma substância que é responsável por melhorar seu humor. E, se comparado a dietas de pouca gordura, parece ainda menos divertido cortar os carboidratos. Um estudo de 2009 analisou 106 pessoas obesas ou acima do peso que estavam em uma das duas dietas. Em abos, os núemros da balança desceram. Mas quem cortou a gordura teve melhoria no humor, enquanto que os sem carboidratos sentiam-se pior com o passar do tempo.

A falta do nutriente causa alterações no humor e no trato intestinal, além de mau hálito

Foto: Getty Images

5. Você é irregular

“Um dos primeiros lugares em que você vai perceber uma diferença é no trato gastrointestinal”, diz Stephen Sondike, médico do Hospital Infantil de Winsconsin, nos Estados Unidos. Provavelmente, essas mudanças vão se manifestar na forma de constipação, devido à falta de fibras das dietas low-carb. Comer mais vegetais fibrosos pode ajudar.

Terra

Cerco inútil ao caixa 2

Política

Análise / Mauricio Dias

Cerco inútil ao caixa 2

Na disputa eleitoral, em qualquer sistema, a competição pelo voto não se faz sem caixa 1 e… obviamente, sem caixa 2
por Mauricio Dias — publicado 24/05/2014 09:05
 
 
Felipe Sampaio/SCO/STF

Entra ano, sai ano, as regras da competição eleitoral são mudadas no Brasil. Tudo é feito apoiado em discurso sobre a moralidade do pleito. As regras têm como objetivo criar dificuldade para a circulação do dinheiro, seja o legal, seja o clandestino, que alimenta o nebuloso caixa 2, do qual se servem praticamente quase todos os partidos políticos e, como se serviram, comprovadamente, em eleições recentes o PT, o PSDB e o DEM.

O foco das propostas de mudança em 2014 tem sido, principalmente, o dinheiro. Tentam bani-lo do processo eleitoral, como se fosse possível, em nome da sanção moral incentivada pelo julgamento dos “mensalões” do PT e do PSDB. Esse último tardiamente apurado e, hoje, politicamente confinado em Minas Gerais, onde o julgamento avança no ritmo ditado por uma parelha de jabutis.

Em velocidade mais ou menos semelhante, está no Supremo Tribunal Federal o julgamento de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) requerida pela Ordem dos Advogados do Brasil, cujo objetivo é acabar com as doações de empresas nas eleições.

Apresentada em setembro de 2011, ela começou uma caminhada vitoriosa no plenário do Supremo, mas, de repente, parou. O ministro Gilmar Mendes pediu vista e adiou o fim do julgamento já com o placar de 6 votos favoráveis à proposta da OAB. Mendes justifica sua decisão demonstrando muita intimidade com o funcionamento do sistema. Para ele, as doações já estão sendo feitas e seria inútil freá-las agora. Deve estar bem informado sobre isso.

Em linhas gerais, a Adin, bem recebida pelas empresas e mal recebida pelos políticos, pede que sejam declarados inconstitucionais dispositivos da legislação eleitoral que autorizam doações de empresas a candidatos e a partidos políticos. Na ação, a OAB requer ainda o estabelecimento de um limite para doações feitas por pessoas físicas.

Esperançoso, o ministro Dias Toffoli, ao assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), há duas semanas, fez sugestão nessa direção de forma menos ambiciosa. Propôs ao Congresso criar um limite de gasto, a ser fixado até o dia 10 de junho.
Tanta lei, tanta regra, tanta restrição pode, aparentemente, fazer o dinheiro desaparecer da vista. Basta olhar, porém, por baixo da mesa para ver por onde ele também circula.

De fato, a contaminação produzida pelo dinheiro falseia a representação e, muitas vezes, alcança o patamar chamado por José de Alencar de “extorsão da soberania popular”. O romancista expressa o sentimento predominante no Brasil de que é possível, numa democracia de massa, em um país de dimensão continental com mais de 130 milhões de eleitores, realizar eleições sem dinheiro. Seja o dinheiro público, seja a contribuição privada.

Entra governo, sai governo e, na competição eleitoral, já se falou, todos seguem uma única regra: é proibido perder.

BRASIL A CAMINHO DA DERROTA!

Anderson, Cigano e Barão; Brasil fica com apenas um cinturão

Quando Junior “Cigano” dos Santos subiu ao octógono no UFC 155, o Brasil ostentava uma marca de orgulho para o MMA mundial. O País era dono de quatro cinturões do principal torneio de lutas mistas do planeta, contra três americanos e um canadense. Esta hegemonia, deste então, foi reduzida a somente um campeão.

Anderson Silva, Junior Cigano e Renan Barão deram adeus ao cinturão do UFC (Foto: AP/Getty Images)

Neste sábado, no UFC 173, Renan Barão foi nocauteado pelo americano TJ Dillashaw e perdeu o título do peso galo. Com isso, o único brasileiro a ainda deter um cinturão é o leve José Aldo, que até agora já venceu seis defesas.

No dia 29 de dezembro de 2012, data do UFC 155, Cigano foi massacrado por Cain Velásquez e deu adeus ao título dos pesados com a decisão unânime dos jurados. Após ele, foi a vez de Anderson Silva encerrar o reinado mais longo da história do UFC ao ser nocauteado por Chris Weidman no UFC 162, em 6 de julho de 2013.

Se o Brasil vive momento complicado em relação a campeões, os Estados Unidos não podem reclamar. Além de tomarem três cinturões brasileiros, o cinturão dos meio-médios, que pertencia ao canadense Georges St.Pierre, agora é de posse de Johny Hendricks, lutador de Oklahoma.

Uma reviravolta para os brasileiros passa por um ex-campeão. Antigo dono do cinturão dos meio-pesados, Lyoto Machida vai desafiar Weidman no UFC 175, em 5 de julho. Semanas depois será a vez de José Aldo se provar diante de Chad Mendes, no UFC 176, em 2 de agosto, para segurar o único título que o Brasil possuiu atualmente no principal torneio de MMA.

LUCIANA GIMENEZ FAZ PIADA COM A DESGRAÇA DOS USUÁRIOS DE TRANSPORTE COLETIVO NO BRASIL

Após polêmica com protesto e helicóptero, Gimenez se defende

“Fui”, escreveu depois de publicar a carta

Foto: @lucianagimenez/Instagram / Reprodução

Luciana Gimenez se manifestou por meio de redes sociais nesse sábado (24) sobre a polêmica que gerou na última quarta-feira (21) e continua repercutindo entre seus seguidores. Na ocasião, ela postou uma foto dentro de um helicóptero a caminho do trabalho e escreveu: “vamos ter ônibus hoje?” – se referindo à greve dos rodoviários que provocou um caos na cidade de São Paulo.

“Nas primeiras manifestações havia famílias – pais, mães -, gente revoltada com o alto custo de vida, com o gasto da Copa, com a volta da inflação, com a economia parada, manifestações totalmente apartidárias, e eu respeitei, apoiei, defendi e muito”, começou. 

“Tem 19 milhões de pessoas em São Paulo que trabalham como eu, que sou mãe de dois filhos e chego em casa às 2h da manhã”. (…) E tem grupos, gente que tem coordenação, cachê e ônibus pago que vai parar o trânsito para “protestar”, continuou. 

E foi direta ao finalizar: “Aí podem me malhar, mas eu me junto à grande maioria da população: protesto espontâneo, maravilha. Manifestante profissional e pago: Vão trabalhar! Parem de ser massa de manobra e de atrapalhar a vida da população”.

A apresentadora se explicou ontem após ser criticada na semana passada por seus fãs e seguidores que se revoltaram com a brincadeira. “Sua ridícula e pobre de espírito”, “Esnoba dinheiro”, foram alguns dos comentários. 

 

O papa e as mulheres dos padres GRUPO DE MULHERES APAIXONADAS POR SACERDOTES ESCREVE A FRANCISCO PEDINDO O FIM DO CELIBATO OBRIGATÓRIO DOS PÁROCOS, UM TABU QUE A IGREJA RESISTE A ENFRENTAR-SE O PAPA DEIXAR OS PADRES CASARWEM A VERDADEIRA FACE DA IGREJA IRÁ SE REVELAR! haverá uma grande benção de libertação na igreja católica!

 

Paula Rocha (paularocha@istoe.com.br)

 

No romance “O Crime do Padre Amaro”, de Eça de Queirós (1845-1900), um jovem pároco e uma fiel iniciam um romance clandestino, que fatalmente acaba em tragédia. Mais do que ficção, a história, que chocou a sociedade portuguesa quando foi publicada, em 1875, reflete uma realidade que continua atual. Até hoje, sacerdotes da Igreja Católica ingressam em uma vida dupla ao burlar uma das mais controversas regras da vida episcopal: o celibato obrigatório. Na semana passada, um grupo composto por 26 mulheres italianas enviou uma tocante carta ao papa Francisco em que se declaravam apaixonadas por padres ou bispos e pediam que o pontífice revisse essa tradição. “Nós amamos esses homens e eles nos amam também. E, apesar de tentarmos de todas as maneiras renunciar a esse sentimento, não conseguimos desfazer um vínculo tão sólido e bonito”, dizem na mensagem. “As únicas alternativas são o abandono do sacerdócio ou a manutenção da relação em segredo.”

PAPA-ABRE-IE.jpg
TRADIÇÃO
O pontífice já declarou ser contra uma alteração na regra do celibato

No início do Cristianismo, apóstolos e pastores casavam-se normalmente e constituíam famílias. O primeiro papa da história, Pedro, era um homem casado. Apenas no século XI a obrigação de manter-se virgem ou renunciar à própria sexualidade foi instaurada e, mesmo assim, essa decisão sempre gerou resistências. A Igreja Ortodoxa, no Oriente, incentiva a ordenação de um clero casado, e o mesmo acontece em outras religiões cristãs, como o judaísmo e o protestantismo. “Não há nenhuma razão teológica que inviabilize o casamento de sacerdotes ou freiras”, diz Regina Jurkewicz, doutora em sociologia da religião e integrante do grupo Católicas pelo Direito de Decidir. “A Igreja pune de forma mais severa o padre que decide se casar, expulsando-o do sacerdócio, do que o padre que comete uma violência sexual ou pedofilia. Nesse caso, esse padre é apenas afastado do cargo temporariamente e vai para a reclusão pensar no que fez”, diz. 

PAPA-02-IE-2322.jpg
FLAGRA
O bispo argentino Fernando Bargalló foi visto, em 2011, com uma namorada

Esse retiro tem sido a realidade do bispo argentino Fernando Bargalló, flagrado em 2011 em cenas românticas com uma mulher no mar do Caribe. Depois de inicialmente declarar que eram apenas amigos, Bargalló reconheceu que tivera um romance com a empresária argentina María Martinez Bo, mas também se disse arrependido. Ele perdeu o cargo de bispo, mas continua na Igreja. O papa Francisco, por sua vez, declarou em março deste ano que é a favor do celibato compulsório. “É uma questão de disciplina, não de fé”, disse.

IEpag62_Papa.jpg

Foto: Stefano Spaziani/UPI/Eyevine