Ministro diz que atentado em Goiás pode ser um caso de crime passional

Ministro diz que atentado em Goiás pode ser um caso de crime passional

Alexandre de Moraes diz não ver indícios de crime eleitoral no caso.
Candidato e cabo da PM foram mortos por atirador em Itumbiara.

Gabriela GonçalvesDo G1 São Paulo

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, comentou nesta sexta-feira (30) o atentado em Itumbiara (GO), dizendo que “tudo leva a crer que não foi um crime eleitoral, foi um crime passional, uma vingança, uma raiva”. No atentado a tiros durante uma carreata, morreram o candidato a prefeito José Gomes da Rocha (PTB), de 58 anos, conhecido como Zé Gomes, e o cabo da PM Vanilson João Pereira, de 36 anos. O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), e um advogado da prefeitura ficaram feridos.

O atirador, identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, era funcionário da prefeitura há 15 anos. Ele foi morto por seguranças do vice-governador durante o ataque.

Em um evento em São Paulo, o ministro da Justiça disse que foi a Goiás nesta quinta-feira (29) e conversou com autoridades envolvidas na investigação do caso.

“Nós estamos acompanhando. Lá em Itumbiara, por determinação minha, ficaram três delegados e quatro equipes ficaram com 16 policiais. Em torno de 20 membros da Polícia Federal vão ficar até as eleições. Vão ficar agora até domingo. Se surgir alguma questão que ligue a [crime] eleitoral, nós vamos assumir o caso, como determina a lei”, disse Moraes.

 

ATENTADO EM ITUMBIARA
Candidato a prefeito foi morto

“Se não há [relação com as eleições], se só há uma suspeita leve, então o que a Polícia Federal faz é acompanhar a investigação da Polícia Civil, para verificar se há um homicídio simples – simples aqui é referido ao homicídio não eleitoral ou não, que é exatamente o que aconteceu até o momento em Itumbiara”, justificou Moraes.

Segurança
No mesmo evento, o ministro falou sobre o problema que o país tem enfrentado na segurança. “Nós tivemos uma mudança no perfil de criminalidade. E, lamentavelmente, uma mudança para pior, uma violência maior, uma violência, agressividade maior”, comentou Moraes, que atribuiu esta mudança ao fácil acesso que a população tem tido às armas e drogas.

“O crack é uma droga altamente excitante para a criminalidade, torna a pessoa violenta, altamente viciante, com um preço que democratizou a sua utilização e isso gerou uma violência maior. Uma violência geral.”

Homem identificado como funcionário da prefeitura de Itumbiara Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, atirou contra cabo da PM Vanilson João Pereira (caído no chão), vice governador José Eliton e candidato José Gomes durante carreata em Itumbiara Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Homem identificado como funcionário da prefeitura de Itumbiara Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, atirou contra cabo da PM Vanilson João Pereira (caído no chão), vice-governador José Eliton e candidato José Gomes durante carreata em Itumbiara Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Anúncios

SERGIO MORO DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE PALOCCI

 

DECRETADA PRISÃO PREVENTIVA DE PALOCCI

Palocci logo após chegar em Curitiba, onde está preso desde segunda-feira
BC bloqueia mais de R$ 30 milhões de empresa e contas de Palocci
O ex-ministro é acusado de ter sido o gestor da propina paga pelo Grupo Odebrecht ao PT. No despacho, Moro lembrou que, além dos R$ 128 milhões que já haviam sido pagos por meio de Palocci entre 2008 e 2013, falta ainda saber o destino de outros R$ 71 milhões descritos como saldo a pagar na planilha de propinas da empreiteira, o que é suficiente para justificar a decretação da preventiva.

Afirmou também que as prisões da Operação Lava-Jato são “remédio amargo”, mas melhor do que a contaminação da democracia pela corrupção.

“Em um determinado nível, a corrupção coloca em risco a própria qualidade de democracia, com afetação das eleições livres e do regular funcionamento das instituições. Trata-se de um retrato de uma democracia vendida”, disse em despacho.

A defesa de Antonio Palocci e Branislav Kontic afirmou em nota que a decisão de Moro foi arbitrária. Disse que o Código Eleitoral proíbe decisão que prive o cidadão do direito de liberdade no período eleitoral e que a prisão provisória tem prazo definido em lei (cinco dias) e que para substituí-la ou prorrogá-la é necessário um novo decreto. Ou seja, ao contrário do que argumentou o juiz, não se trata de uma continuidade da prisão inicial. Os advogados disseram ainda que a prisão não tem fundamento na “realidade concreta dos fatos”.

A defesa do ex-ministro petista já havia usado o argumento de que a lei proíbe prisão cinco dias antes das eleições ou até 48 horas depois, a fim de proteger o direito de voto. Moro rebateu dizendo que Palocci e Kontic já estão presos desde o último dia 26 e que a decretação da preventiva vai mudar apenas o “título prisional”, sem alterar a “situação de fato”.

E lembrou que a causa da prisão de Palocci e Kontic foram justamente provas de que eles teriam intermediado o pagamento de muilhões de dólares e de reais para campanhas eleitorais, com pagamento de publicitários com conta secreta no exterior, referindo-se a João Santana, o marketeiro do PT.

“(…) o propósito da lei, de evitar interferência indevida nas eleições e proteger a sua integridade, parece ser mais bem servido com a prisão cautelar do que com a liberdade dos investigados”, frisou o juiz.

PALOCCI VENDIA FACILIDADES, DIZ JUIZ

Moro afirmou que as provas indicam prática reiterada, profissional e sofisticada de crimes contra a Administração Pública e de lavagem de dinheiro, com Palocci “vendendo facilidades” ao Grupo Odebrecht e que nem o afastamento dele de cargos e mandatos preveniu a continuidade dos crimes, que foram “praticados no mundo das sombras” e que tornam inviável a adoção de medidas alternativas para prevenir que os delitos continuem a ocorrer.

“Enquanto não houver rastreamento do dinheiro e a identificação de sua localiação atual, há um risco de dissipação do produto do crime, o que inviabilizará a sua recuperação”, justificou Moro, lembrando que o fato de ter dinheiro também cria condição para fuga dos investigados.

PUBLICIDADE

Ao defender a prisão preventiva pedida à Justiça pela PF, o Ministério Público Federal afirmou que foram retirados da consultoria de Palocci, a Projeto, CPUs de dois computadores. Nas mesas ficaram apenas tela, teclado e mouse. Moro disse que retirada das CPUs talvez seja explicada “pelo fato de que, mesmo antes da busca, já havia especulações acerca da realização de diligências, na Operação Lavajato, em relação ao ex-ministro”.

O juiz observou ainda que, enquanto Kontic afirmou à Polícia Federal que os computadores foram retirados por serem antigos, a defesa argumentou que as CPUs tinham sido retiradas por um usuário que estava trabalhando fora do escritório e por um ex-sócio, que saiu levando junto o computador que era dele. Ou seja, as versões não coincidiram.

No despacho, Moro afirmou que Palocci reunia-se com frequência com Marcelo Odebrecht e que as mensagens comprovam que o codinome “Italiano” era do ex-ministro. Em depoimento, Palocci negou.

O ex-ministro é acusado de ter sido o gestor da propina paga pelo Grupo Odebrecht ao PT. No despacho, Moro lembrou que, além dos R$ 128 milhões que já haviam sido pagos por meio de Palocci entre 2008 e 2013, falta ainda saber o destino de outros R$ 71 milhões descritos como saldo a pagar na planilha de propinas da empreiteira.

Afirmou também que as prisões da Lava-Jato são “remédio amargo”, mas melhor do que a contaminação da democracia pela corrupção.

“Em um determinado nível, a corrupção coloca em risco a própria qualidade de democracia, com afetação das eleições livres e do regular funcionamento das instituições. Trata-se de um retrato de uma democracia vendida”, disse em despacho.

A defesa de Palocci havia argumentado que a lei proíbe a prisão cinco dias antes das eleições ou até 48 horas depois, a fim de proteger o direito de voto. Moro rebateu dizendo que Palocci e Kontic já estão presos desde o último dia 26 e que a decretação da preventiva vai mudar apenas o “título prisional”, sem alterar a “situação de fato”.

E lembrou que a causa da prisão de Palocci e Kontic foram justamente provas de que eles teriam intermediado o pagamento de muilhões de dólares e de reais para campanhas eleitorais, com pagamento de publicitários com conta secreta no exterior, referindo-se a João Santana, o marketeiro do PT.

“(…) o propósito da lei, de evitar interferência indevida nas eleições e proteger a sua integridade, parece ser mais bem servido com a prisão cautelar do que com a liberdade dos investigados”, frisou o juiz.

OCULTAÇÃO DE PROVAS

Moro decidiu pela preventiva depois que o Ministério Público Federal (MPF) afirmou que desktops foram retirados da sede da empresa de Palocci, a Projeto, e que o fato é indicativo de que Palocci e Kontic ocultaram elementos úteis à investigação. Quando os policiais federais chegaram, encontraram as mesas apenas com monitores, móveis e teclados. Os fios dos desktops estavam desconectados. Ouvido pela PF, Kontic teria dito que os desktops foram retirados por serem antigos, mas os procuradores argumentaram que as imagens registradas pela PF indicam que os equipamentos eram “bastante novos e em ótimo estado”.

O MPF afirmou ainda que há provas de que Palocci recebeu R$ 32,7 milhões em dinheiro em espécie, com entregas que relacionam a planilha “Italiano”, da empreiteira Odebrecht. Os procuradores dividiram as entregas em três lotes: R$ 16,2 milhões, divididos em 17 entregas de recursos em espécie entre julho e setembro de 2010; R$ 15 milhões em nove entregas entre outubro e novembro do mesmo ano e R$ 1,5 milhão vinculado a pessoa identificada pelo codinome “Menino da Floresta” na planilha da empreiteira.

PUBLICIDADE

Além disso, ao confrontar a planilha “Italiano” com extratos da conta ShellBill, que pertence ao marqueteiro do PT João Santana e à mulher dele, Mônica Moura, o MPF diz ter sido possível identificar depósitos de US$ 11,7 milhões feitos pela Odebrecht por meio da offshore Innovation Research entre julho de 2011 a maio de 2012.

Ao pedir a prisão preventiva, o delegado Hille Pace também havia reforçado, num documento de 86 páginas, as suspeitas de que Palocci fazia a ligação entre o PT e a empreiteira Odebrecht, intermediando assuntos de interesse da empreiteira. Segundo as investigações, o valor alcançaria R$ 128 milhões. Nesta semana, o Banco Central bloqueou, a pedido de Sergio Moro, quase R$ 31 milhões das contas pessoal e da empresa de Palocci.

* Estagiário, sob supervisão de Flávio Freire

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/moro-decreta-prisao-preventiva-de-palocci-20209743#ixzz4Lmh3Dz8d
© 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

CLÁUDIA VENCE DEBATE,CLÁUDIA É SENSATA.

debate-anhanguera⁠⁠⁠Em debate, Cláudia Lélis afirma que população entendeu recado e vai votar por uma Palmas mais humana
A Pevista avaliou que o evento, foi mais uma oportunidade, que o eleitor teve para fazer uma escolha consciente no próximo domingo.

set 30, 2016

⁠⁠⁠Em debate, Cláudia Lélis afirma que população entendeu recado e vai votar por uma Palmas mais humana
⁠⁠⁠Em debate, Cláudia Lélis afirma que população entendeu recado e vai votar por uma Palmas mais humana
Durante debate da Rede Globo/TV Anhanguera realizado na noite dessa quinta-feira, 29, a candidata da coligação Frente por Palmas, Cláudia Lélis (PV) foi propositiva e demonstrou, mais uma vez, porque é a mais preparada para governar Palmas. Após o evento a candidata comentou o assunto.

“O eleitor merece todo nosso respeito e busquei mostrar minhas propostas para que a população possa tomar a melhor decisão no próximo dia 2 de outubro” disse Cláudia Lélis. Muito confrontada por seus opositores em todos os blocos, Cláudia mostrou firmeza e conhecimento em todas as respostas e não se intimidou, “infelizmente meus adversários preferiram os ataques pessoais, a desqualificação da minha candidatura, com agressões e acusações infundadas à discutir propostas para Palmas, os eleitores de palmas querem e merecem outro nível de discussão”, destacou a candidata.
Palmas mais humana
Com temas específicos e livres a candidata respondeu perguntas sobre as soluções que propõe para geração desemprego, meio ambiente, educação, construção de CMEIS, saneamento, segurança pública e saúde. “Esse espaço permite que há poucos dias da votação que irá escolher o novo gestor, os eleitores conheçam mais as propostas de cada candidato, e tenho certeza que nossas propostas são as melhores para a mudança que Palmas necessita”, lembrou a candidata.
A Pevista avaliou que o evento, foi mais uma oportunidade, que o eleitor teve para fazer uma escolha consciente no próximo domingo. “Tenho certeza que quem assistiu esse debate obteve uma grande contribuição para escolher seu representante e irá votar por uma Palmas mais humana para todos, deixamos o nosso recado e tenho certeza que o nosso povo entendeu”, concluiu a candidata.

Rotam e PRF apreendem 48 toneladas de carga roubada em Aparecida de Goiânia

Rotam e PRF apreendem 48 toneladas de carga roubada em Aparecida de Goiânia

Os produtos de limpeza foram roubados em Brasília no dia 06/09

POR ELISA MANUELA CARDOSO
29/09/2016 ÀS 11:23 AM
2

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Rotam realizaram prisão e apreensão de 48 toneladas de produtos químicos roubados e duas armas de fogo em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital de Goiás.

Após receber informações de que haveria uma grande quantidade de carga roubada em dois galpões no setor Expansul, as equipes dirigiram-se até a localidade para averiguar a denúncia. Chegando ao local, em que havia transbordo de grande mercadoria sendo realizado, o proprietário dos galpões, Sandro Mendes, foi questionado sobre a origem da mercadoria e notas fiscais. Sandro não apresentou qualquer documentação que comprovasse a origem lícita da mercadoria, além das armas e várias munições.

Foram realizados levantamentos e constatou-se que toda a carga de produtos de limpeza existente nos dois galpões, totalizando 48 toneladas, fora roubada em Brasília – DF no dia 06 de Setembro de 2016, em ação criminosa violenta e com uso de armas de fogo. Na ocasião, o motorista vítima foi sequestrado e ameaçado, enquanto os criminosos deram destinação à mercadoria roubada.

O reboque bitrem tomado de assalto nessa ocasião já havia sido recuperado pela PRF em fiscalização de rotina em 11 de Setembro de 2016, enquanto o cavalo-trator foi recuperado pela PM-GO em 21 de Setembro de 2016, ambos em Goiânia.

Diante das circunstâncias, as equipes policiais detiveram em flagrante Sandro Mendes, encaminhando-o juntamente com as armas e mercadorias para a Polícia Federal de Goiânia, pelo crime de receptação qualificada.

A fiscalização da Secretaria da Fazenda (SEFAZ) fez-se presente na operação policial e autuou os responsáveis, sendo iniciado procedimento para cassação do registro da empresa e do CNPJ.

(Informações da Rotam)

LEOLINDA É A LIBERTAÇÃO DE TOCANTINÓPOLIS!

14358728_1693866040933219_1133892329393369783_n-1

QUEM É LEOLINDA?
É UMA MULHER SONHADORA QUE TRABALHA E LUTA..
ELA É DO MEIO DO POVO,É POVO,É GENTE E TEM CHEIRO DE POVO.
ELA SEMPRE VIVEU NO MEIO DO POVO,ENVOLVIDA COM OS PROBLEMAS E BUSCANDO SOLUÇÕES PARA NOSSA GENTE.
LEOLINDA É UMA DESSAS MULHERES PREDESTINADAS POR DEUS.É UM COMETA FEMININO QUE ACONTECE DE CEM EM CEM ANOS.
NÓS TOCANTINOPOLINOS TEMOS ANJOS ENVIADOS POR DEUS E NOSSAS VIDAS E NÃO PERCEBEMOS.
O QUE SÃO ANJOS? E POR QUE O TERMO ANJOS? ANJOS SÃO SERES QUE FAZEM O BEM,AMAM FAZER O BEM E NUNCA SE CANSAM DE FAZER O BEM.
LEOLINDA NÃO PRECISA DE POLITICA NEM DO DINHEIRO PÚBLICO.POR QUE ENTÃO LEOLINDA É CANDIDATA A PREFEITA EM TOCANTINÓPOLIS? PORQUE A LIDERANÇA E A POLITICA TRANSPARENTE ESTÃO EM SEU SANGUE.
ELA TEM O DOM DA LIDERANÇA,DO TRABALHO E DO AMOR PELO POVO,EM SUA GENÉTICA,EM SEU SANGUE.EM SUA RESPIRAÇÃO.
ELA TEM O DOM DE AMAR O POVO DE TOCANTINÓPOLIS,COM SUA SENSIBILIDADE,SEU JEITO FEMININO DE SER MÃE,ADMINISTRADORA,CATÓLICA PRATICANTE DE SUA FÉ,SER EQUILIBRADA,AMADA IMITADA,QUERIDA E SEGUIDA.
ASSIM VEJO LEOLINDA A MULHER CAPAZ DE MUDAR TODA A NOSSA COM AMOR,COM LISURA,COM CANDURA,COM PROJETOS,COM DIALOGO,COM ATENÇÃO E RESPEITO.
O NOSSO POVO PRECISA DE AFETO E NÃO DE CONCRETO.O NOSSO POVO PRECISA DE RESPEITO NÃO APENAS EM ÉPOCA DE ELEIÇÃO.
TOCANTINÓPOLIS PRECISA DE MUDANÇAS URGENTES! O POVO ESTÁ DOENTE DE TANTA DECEPÇÃO,O MUNDO ESTÁ DOENTE,COM FALTA DE AMOR E RESPEITO.FALTAM LÍDERES QUE ADVENHAM DE FAMÍLIAS CRISTÃS TRADICIONAIS.
LEOLINDA TEM TODOS OS DONS DE UMA LÍDER DA ERA DIGITAL,TEM TRADIÇÃO CRISTÃ,FAMILIAR,TEM AMOR,E PRATICA NOS EU DIA A DIA A LEI DA AÇÃO DE DAR E RECEBER, A LEI DA SINCRONICIDADE,DA PAZ,DA CONCÓRDIA E DA EVOLUÇÃO CIVIL REVOLUÇÃO SOCIAL DO BEM!
EU ACREDITO EM LEOLINDA E PEÇO AO CLÃ GUIMARÃES E FERNANDES,SARAIVA E SANTOS,QUEIROZ E AIRES,FERRE´, FERREIRA E TODA AS FAMÍLIAS DE TOCANTINÓPOLIS QUE DEEM UMA CHANCE A PAZ,QUE AJUDEM A LIBERTAR TOCANTINÓPOLIS,VOTANDO EM LEOLINDA E TORNADO-A NOSSA PREFEITA!
ANTONIO GUIMARÃES

CHEGOU A HORA TOCANTINÓPOLIS! LEOLINDA PODE RESGATAR A TUA HISTÓRIA!

CHEGOU A HORA TOCANTINÓPOLIS! LEOLINDA PODE RESGATAR A TUA HISTÓRIA!

Bom dia Tocantinópolis!
Ainda cremos na esperança,ainda pedimos mudança.
Somos Tocantinopolinos e não desistimos nunca!Somos os filhos de Boa Vista do Padre João.Queremos mudanças benéficas,não somos escravos dos Gomes,e não nos acostumamos a escravidão e coronelismo.Queremos a nossa liberdade de escolha sem imposição,não vendemos nossa alma.
O nosso povo humilde está acostumado a dor e ao sofrimento imposto de modo programado para enriquecer políticos corruptos e desalmados,falsos cristãos que usam até a religião e falsos religiosos para chegar ao poder e negociar suas vidas.
Chega de líderes picaretas em Tocantinópolis!
Queremos uma câmara de vereadores aberta ao povo e vereadores que legislem em causa pública e não em sua própria causa para enriquecimentos ilícitos e desvio do erário.
Tocantinópolis está como os hebreus no Egito,escravizada e dominada pelos Faraós do poder que adoram o deus capital,e a falsa deusa mentira.
Chegou a hora de nos libertarmos elegendo LEOLINDA,para que venha a nova administração e a alternância de poder e assim possamos quebrar o PARADIGMA dos Gomes,e nos libertarmos do mal que assola nossa cidade e nossa gente.
Devemos dar uma chance a paz, a probidade,a honra a dignidade as famílias de Tocantinópolis.
Devemos votar com a razão,e saber escolher os nossos representantes e mostrar para eles que são nossos funcionários, do povo que lhes delega poder e dinheiro, muito dinheiro.
Chegou a hora Tocantinópolis!Chegou a hora de derrubarmos a bastilha da corrupção,da desmoralização,da maversaçao das verbas públicas e da FAMILIOCRACIA.
Vamos quebrar a hegemonia do mal, a arquitetura do poder nefasto que enriquece os poderosos e seus grupos e destrói o povo e seus sonhos.
Tocantinópolis nasceu forte e precisa resgatar os seus valores históricos e a autoestima de sua gente.
Vamos eleger Leolinda e começar uma etapa de esperança,de honestidade,de boa saúde,segurança e educação em Tocantinópolis!
Vamos tornar a prefeitura e sua administração
transparente.sem vícios e sem o poder vitalício em pleno século XXI!
CHEGOU A HORA TOCANTINÓPOLIS! MOSTRA QUE TEUS FILHOS NÃO FOGEM A LUTA,QUE NÃO TEMEM VIOLÊNCIA E TRUCULÊNCIA.QUE NÃO TEMEM OS CORRUPTOS!
CHEGOU A HORA DE ELEGERMOS LEOLINDA MENDONÇA!
ANTONIO GUIMARÃES

TOCANTINÓPOLIS PEDE SOCORRO. O Grito do silêncio dos filhos de Tocantinópolis

TOCANTINÓPOLIS PEDE SOCORRO.
O Grito do silêncio dos filhos de Tocantinópolis,é um grito ensurdecedor.Os filhos honrados e trabalhadores sofrem com o descaso dos Gomes que comandam a nossa cidade há quase trinta anos.Quantas vidas tombaram no SESP por falta de respeito a dignidade humana? Quantos inocentes morreram no hospital municipal de Tocantinópolis devido a corrupção dos Gomes?

O senhor BONIFÁCIO QUANDO TOMBOU COM DIABTES MELITUS o levaram ao SìRIO LIBANÊS e o gasto foi nada mais nada menos que trezentos mil reais.Como ele não depende do serviço do SUS e nem sente a dor do povo doente e faminto.ele é inescrupuloso e não resolve a saúde municipal de Tocantinópolis.
Agora o senhor Bonifácio acostumado a viver administrando o dinheiro público,não achou que foi bastante ter sugado Tocantinópolis por três mandatos péssimos de prefeito,um intervalo com EURIVALDO GOMES,e mais dois péssimos mandatos do deputado quatro vezes e prefeito péssimo duas vezes FABION GOMES.Agora eles querem manter o poder vitalício,enfiando goela abaixo do povo de Tocantinópolis,Paulo Gomes,filho de Bonifácio que nunca trabalhou na vida,não sabe o que é dar duro para sobreviver e não entende de gente,pois é mal educado e egoísta.
O povo de Tocantinópolis sobrevive de teimoso e de força de vontade,de competência e de trabalho.O povo de Tocantinópolis é batalhador e resiliente.
A nossa gente está cansada de mentiras, de corrupção,e de tanta maldade perpetrada pelos Gomes de Souza.
Agora o nosso povo tem a chance de mudar o próprio destino através da delegação do poder que é o voto livre e secreto.
Quem vender o seu voto estará vendendo sua alma e sua família, e toda sua dignidade.
A compra secreta e maquiavélica de votos já deve estar acontecendo na cidade, e os covardes alguns corruptos já devem ter se vendido,mas a maioria está do lado do bem.
A esperança chegou com LEOLINDA que há muito tempo está preparada para ser prefeita de Tocantinópolis e merece!A mãe de família amorosa e educadora de filhos vitoriosos chegou para mudar a história de Tocantinópolis e para valorizar a vida do povo que sofre.
Se você . valoriza sua família vote em LEOLINDA e ajude-a a mudar os rumos da história e destino do povo de Tocantinópolis.com Leolinda a sua vida terá qualidade e sua saúde será respeitada e valorizada. “PENSE EM TUDO ISSO ANTES DE VOTAR POR UMA PROMESSA DOS GOMES QUE NÃO CUMPREM,OU POR UM POUCO DE DINHEIRO OU CESTA BÁSICA.
PENSE NA TRUCULÊNCIA DOS GOMES,NO SEU JEITO CARINHOSO DE TRATAR O POVO.PENSE NELES COMO SEDENTOS DE PODER E DINHEIRO SEM TRABALHAR E SEM RESPEITAR O POVO DE TOCANTINÓPOLIS.
DÊ UMA CHANCE A VIDA,DÊ UMA CHANCE A PAZ E VOTE EM LEOLINDA E COMECE A REESCREVER A HISTÓRIA DE BOA VISTA DO PADRE JOÃO!”
Antônio Guimarães